RPGs

Imagem disponível em: http://supernovo.net/wp-content/uploads/2015/09/rpg.jpg

 

[ VOYAGERS ] [ CYBERS ] [ DARK WINGS ] [ STONES OF THE MAGIC SAGA ]

[ STONES OF THE MAGIC SAGA EXP ] [ CASTLEVANIA ] [ ROCKMAN ]

[ SAMURAI SPIRITS ]

[ MÚSICA DE JOGOS EM MP3 ]

[ CRIE O SEU MAPA – FREE ]

 

 


ZAKROSS

* Todas a imagens utilizadas foram encontradas na internet. Nada pode ser comercializado!

Carta de Ruphos Pitton

Em algum lugar algo aconteceu. Algo que mudou tudo, tudo mesmo. A mudança afetou até mesmo o tempo. Em algum lugar do passado, no duelo de Robert Jones e Alfred Thomas, o mundo se dividiu em dois. Não estou louco. Havia dois duelos e quando ambos se mataram a coisa toda se uniu levantando uma inexplicável nuvem de poeira que durou muito tempo. Depois disto, eles apareceram na linha distorcida de calor do deserto de Jhoanne. Eram três os que vieram do pó: Jone Jane, Anna Stanley e Raph Touker. As primeiras palavras dos forasteiros foram para pedir água e saber se a capital estava longe. Até a chegada deles, não havia nada de anormal. Duelos, mortes, assaltos, estupros e até piratas do mar do leste eram coisas comuns do nosso dia a dia. Eram…

Depois que Zakross (a trina) apareceu, tudo mudou. Eventos sem explicação como luzes, criaturas e engenhocas malucas passaram a ser relatadas, vistas e vividas por todos. Os agentes não eram apenas homens do Sheriff. Anna é médica e nunca usa roupas normais de mulher, dizem que ela não é de carne e osso. Raph nunca foi visto com uma roupa diferente, usa a mesma desde que apareceu na nuvem de poeira. Não se consegue vencê-lo em uma queda de braço e muitas vezes se teve a impressão de que ele atira sem pensar, como se o braço dele tivesse vida própria. Em uma ocasião ele derrubou um touro com um soco apenas. Por causa disto, o apelidaram de Raph Bull. O Sheriff não fica atrás, o homem tem uma mira fantástica e acerta coisas de muito, mas muito longe mesmo.

Ninguém sabe ao certo o que aconteceu com o antigo Sheriff Maff Karson, mas, ele sumiu do nada. Quando a poeira apareceu, o forasteiro tinha uma carta do governador autorizando a troca do Sheriff. Ele ainda trazia uma carta de dispensa e uma documentação de doação de fundos para Maff. O antigo Sheriff nunca foi encontrado, ao menos, ainda não.

A Zakross tem em sua mesa de espera uma pedra curiosa, uma pedra que parece duas. Duas pedras grudadas pelo fogo (é o que parece). A delegacia/chefatura foi modificada e uma placa com o nome Zakross foi colocada. Além das coisas que não entendemos, casos normais também são resolvidos. Algo bem estranho é que a Zakross não prende ninguém. Os crimes simplesmente pararam de ocorrer.

Suspeita-se que algo a mais esteja acontecendo, pensa-se que a trina julga e executa os criminosos, por isto, a trina é temida, porém, não se aproveita disto.

O objetivo desta carta é alertar o governador sobre o trem. O trem é o evento que está sendo esperado pela trina há um ano. eles dizem que podem assumir o controle da situação e despachar a variável errática e tomar o poder. Os nativos das florestas do sul dizem que se trata do cavalo de aço. Seja lá o que isto signifique, parece perigoso demais para ficar restrito ao nosso pequeno grupo.

Ruphos Pitton no ano do nosso senhor de 1895.

 

Carta do Sheriff Jone Jane – JJ

Parece que as variáveis erráticas eram maiores do que pensei. Raven Guard já deveria ter surgido no horizonte há pelo menos seis meses atrás. Estamos muito empenhados em manter a região segura, porém, está dando na vista nosso trabalho perfeito demais. Anna já conseguiu criar acessórios e novos remédios com o que temos por aqui, mas, o que nos assusta é o fato do Zakrônium em excesso ter modificado a realidade como um todo. Pelo menos nesta região. Desde nossa chegada há cerca de três anos, vimos mutações dimensionais por todo canto, sem contar as modificações visíveis que incomodam os nativos. Raph diz ter visto um Anacro Golem perto da grande floresta do sul. Doenças de características anormais estão surgindo por toda Nova Jhoanne. Anna tem tentado dar conta dos doentes da forma mais normal possível, porém, entre suportar a morte em sua frente e salvar vidas com anacro medicina ela arrisca nossa missão todo santo dia. Semana passada fomos procurados em uma patrulha rumo ao norte. Para nosso espanto o cidadão era um Zakross. Seu nome é Jacob Willson, enviado de Zadhyria para nos ajudar com o Raven Guard. Jacob é ajudado por um pistoleiro insano chamado Kessy Kranes, um outsider que optou por ser escolta a ficar exilado nas minas de carvão de Bhavória.

Existe uma dimensão paralela chamada Mits, nela, uma terra gigantesca com cerca de 20 bilhões de pessoas chamada Zadhyria vive com seus dias contados. Porém, uma variável errática de nosso passado foi isolada pelos nossos cientistas matemáticos. Bastaria viajarmos até nosso passado para redefini-la. Nos preparamos para viajar 3000 anos no passado durante seis anos. Os cientistas criaram uma locomotiva de transporte temporal chamada Raven Guard. Com esta maravilha tecnológica poderíamos resolver nosso problema e nosso mundo ao retornarmos seria outro literalmente. Quando viajamos para o passado nos deparamos com algo bizarro, as linhas dimensionais estavam ondulando de forma a deslocar nosso trajeto colocando Raven Guard no centro de colisão das dimensões. Quando recobramos a consciência, haviam dois trens, dois desertos e duas variáveis erráticas principais. Descemos do trem e ao pisar na dimensão à esquerda, Raven Guard desapareceu e a dimensão do lado direito se aproximou de tal forma a vermos tudo se unindo. Havia um duelo que também se uniu ao seu duelo homólogo. Este evento nos jogou em uma realidade totalmente diferente.

Caso algo saísse errado, Raven Guard seria lançado novamente depois de dois anos para resgate ou coleta de informações. Segundo Jacob as coisas pioraram muito desde nossa vinda e o pior de tudo, nossa localização não pode ser verificada. Jacob veio até certo ponto com Raven Guard, porém, ele não se sustentou e retornou para a base de lançamento. Jacob e Kessey desceram antes de seu retorno e ficaram um ano nos procurando em Jhoanne. Informações do centro analisadas via imagens e sensores do Raven Guard indicaram uma mudança significativa de 70% na realidade onde estamos. Parte da nossa dimensão se fundiu com esta, a modificando de forma radical. Agora temos algo que não é nenhuma das duas originais. Cientistas acreditam que geramos uma terceira dimensão paralela a este tempo.

Pensei que esta era o pior cenário possível, mas estava completamente enganado. Com a chegada de Jacob a porcentagem de modificação possivelmente aumentou para 100% e a porta de saída se perdeu dentro de alguma massa errática dimensional. Jacob está trabalhando em uma locomotiva local para a transformar em um Raven Guard. Isto vai levar anos e se não bastasse, falhas malucas estão distorcendo algumas regiões, criando coisas bizarras até para nós. Estamos trabalhando em conjunto desde nosso encontro e ainda não conseguimos utilizar o Zakrômetro e o Remodelador. A cada dia nossa memória sobre quem somos e de onde viemos se apaga em pequenos detalhes. O que será de nós…

Jone Jane no ano do nosso senhor de 1898 (Realidade 3).

 

Carta de Anna Stanley

Não sei ao certo o que relatar. Parece ontem quando estava em meu quarto escovando meus cabelos olhando para o laranja lago Lymbey.  Ao entardecer toda a luz do sol parecia ascender o lago, ascender de forma majestosa, encantando, hipnotizando, os seres vivos que possuem razão intrínseca a seu espírito. Em um segundo instante meu mundo estava a beira da ruína absoluta, eu estava em um grupo e em segundos em um trem com destino incerto.

O que eu era ou o que eu fazia?

Quando entrei no grupo e qual a razão desta minha loucura?

Choro todas as tardes por não lembrar mais da minha vida. Todos me acusam nos bastidores da Zakross, me acusam de ter destruído suas vidas. Naquele momento de excitação suprema, não consegui ficar parada dentro do Raven Guard. Algo mais forte do que eu, uma força me atraiu para fora. Havia um duelo, na verdade, dois duelos. Um de cada lado do trem. Estávamos no meio do nada, Raven Guard indicava Zona Zero no mostrador. Quando pisei no chão do lado esquerdo, tudo estremeceu, senti meu corpo vibrar e por um segundo ou talvez meio segundo eu vi outra Anna se fundir com meu corpo. Todos nós fomos jogados para uma dimensão igual a nossa. Pelo menos, nos primeiros 60 segundos. Estávamos em uma Zadhyria sem vaportec, sem anacrotécnicas, sem metalbiologia e com muita vida. Vida é algo estranhamente complicado para minha análise. Me lembro de lidar com formas metálicas de nanovida experimental, mas não me lembro de curar pessoas.

Como virei médica?

Maldita dor de cabeça que me ataca todos os dias das 10:00 às 11:30 da manhã. Alguns meses após nos estabelecermos neste paraíso de vida livre e abundante, fui nomeada médica do grupo e com ajuda de Raph, consegui adaptar alguns recursos locais a nossa tecnologia trazida em uma bolsa estratégica.

Nossos líderes sabiam que este problema aconteceria?

Como alguém que mal lembra o seu nome consegue curar homens de outra dimensão sem nunca ter feito pelo menos um curso básico de primeiros socorros?

Junto com nossos corpos também penetrou nesta dimensão uma energia residual proveniente do sistema de cruzamento dimensional de Raven Guard. Esta energia não só penetrou modificando o tecido dimensional como se multiplicou e a duplicou transformando-a em outra, uma coisa completamente diferente da que vimos a partir do Raven Guard. Estas anomalias transformaram esta dimensão em um lugar sinistro e perigoso. Moldar a realidade se tornou algo mais fácil e até obrigatório. Desta forma, aprendi a modificar as pessoas, tornando cortes profundos em peles saudáveis e órgãos danificados em sistemas sadios.

Como eu faço isso?

Raph construiu um par de luvas médicas modificadoras de realidade movidas a Zakrônium que moldam a realidade uma vez que ativadas. Para não acabar transformando as pessoas que ajudo em coisas, nosso novo aliado Jacob, me deu um Zakrômetro para medir a escala de modificação. Algumas pessoas não podem ser salvas, mesmo com todo este aparato. Minha dúvida é sempre a mesma: será que fiz o suficiente para tentar salvar aquela pessoa?

O Sheriff não gosta que abuse das luvas, ele não deseja que as pessoas nos encarem como deuses ou como criaturas do mal. Mas como deixar alguém morrer nas suas mãos quando você pode salvá-la. Jacob nos trouxe além do Zakrômetro, o Remodelador. Nosso objetivo é criar uma nova passagem para o novo Raven Guard que estamos construindo. Vamos tentar construir um novo trem de viagem dimensional em cinco anos (esperamos). Primeiro vamos usá-lo para investigar as anomalias e depois vamos tentar viajar de volta.

O problema em construir um Raven Guard é a anacrotecnologia local, além de, energia limpa para não destruir o tanque principal.  Usando esquemas de montagem para o novo Raven Guard, Jacob fez para cada um de nós dosadores de Zakrônium chamados de Zakraygers. Cada um dos Zakrossers leva um pequeno reservatório de Zakrônium controlado por um Zakrayger que libera doses controladas de energia modificadora, aceleradora ou energizadora para o membro Zakross. Raph acoplou a saída do  seu anacroesqueleto de braço, o Sheriff ao seu monóculo e eu o conectei em minhas luvas.

O que será de nós que a cada dia nos afastamos mais e mais do que somos?

Qual o nosso propósito aqui nesta terra criada a partir de uma falha?

Anna Stanley  no ano do nosso senhor de 1898 (Realidade 3).

 

Carta de Raph Touker

Base

Zadhyria é um mundo com mais de 20 bilhões de pessoas, 20 bilhões de almas divididas em dois continentes: Zazkbell e Ezroz. Zazkbell tem cinco grandes países: Merann, Krius, Davembery, Letynos e Ashmenblery. Ezroz possui apenas dois: Bhavória e Nebulus.

Transformação

Tudo andava perfeitamente bem até Nebulus inventar a vaportec. Sua superioridade tecnológica a tornou a capital do mundo, todos queriam ser como Nebulus. As riquezas concentradas por tornar o mundo uma grande máquina transformaram Nebulus em Mobelius a cidade do futuro. Durante aproximadamente mil anos, Mobelius desenvolveu a anacrotécnica, a metalbiologia, a nanovida cromas e a nanovida metalys. As máquinas conseguiam se regenerar e durar para sempre.

Resultado

Porém, o resultado de seu funcionamento não foi avaliado completamente. Para que a vaportec fosse um sucesso, ela consumia Auras Borealis (nosso ar) e o convertia em Mega Densus (poluição gasosa). Apenas se preocupando com os lucros, Mobelius produzia mais e mais anacro produtos que consumiam mais energia e mais auras. A Bhavória como era o país mais pobre e menos desenvolvido de Zadhyria (pois se recusava a virar um país máquina) se transformou em uma gigantesca mina de carvão. Os habitantes foram transferidos para outros países desenvolvidos e os criminosos passaram a ocupar o país (trabalhando nas minas). A ponte rochosa natural de ligação com Ezroz (a Bhavória era uma extensão rochosa conectada por um tipo de istmo) foi destruída, a transformando em uma ilha prisional geradora de energia.

Ao longo dos séculos, a Mega Densus foi se associando ao clima e ao organismo das pessoas, sendo passada para as novas gerações a partir da mutação do DNA primário. O clima mudou e as pessoas também, doenças crônicas e letais surgiram, o céu se tornou laranja, respirar se tornou um desafio e Zadhyria teve que se esconder embaixo de domos de vidro. Em alguns lugares nem mesmo isto resolveu. Cerca de 15 milhões de pessoas passaram a viver no subsolo e a loucura se alastrou como praga. A população se dividiu em grupos e sua loucura começou a ser compartilhada dando margem para o surgimento da NOVA.

NOVA

A NOVA é um grupo radical contra a vaportec e favorável ao mundo das sombras no subsolo. Além de atacar a tecnologia, raptam ou tentam levar pessoas para o fundo de Zadhyria se utilizando da sua ideologia santa (com discurso ideológico Pragmas). Para se opor a NOVA o governo central (sendo Mobelius atualmente) formou um grupo de caçadores que se aventuravam pela terra modificada e quase estéril ou pelas profundezas sombrias recheadas de fanáticos da NOVA. Este grupo teria como fundamentação a Veubrom (a constituição sagrada do ser) e através de suas leis poderiam julgar pessoas e poderiam tentar salvar o mundo o tornando melhor e com mais saúde.

Mas…

Durante anos caçaram fanáticos e salvaram pessoas das profundezas, porém a dúvida passou a corroer o grupo. A Zakross (como era chamado o grupo governamental) não estava tornando Zadhyria melhor, e isto tornava o grupo um simples instrumento de manipulação. No fundo, o governo não se importava com os resultados, mas, apenas com a boa imagem transmitida. Para todos os fins, tudo ao alcance estava sendo feito. Uma grande mentira.

Mudança de paradigma

Nos anos que se seguiram, um subgrupo dentro da Zakross passou a estudar possibilidades e isolar variáveis erráticas para explicar e gerar possíveis soluções para o problema do mundo. Com apoio secreto dos Hypers (outro grupo do governo com base fixa em Krius) formaram uma liga de cientistas de ponta chamada de Raven Guard. Décadas de pesquisa foram necessárias para se obter a equação Rudoriana e através dela desenvolver a fórmula Vaporiana Revotec. A fórmula matemática Revotec foi rebatizada de Primus e dela surgiu a resposta para a variável Errática Selênika. A partir disto, foi possível deduzir com uma margem de 94% de certeza o ponto de desvio da vaportec que veio a transformar o mundo na podridão da atualidade.

Quando a fórmula final foi apresentada, o mundo estava em total decadência, a NOVA havia conquistado a superfície e toda a tecnologia existente foi confiscada para o bem maior. Porém, a estimativa era de que a Mega Densus consumiria toda e qualquer vida sobre a face de Zadhyria em até 25 anos.

Uma corrida contra o tempo

Durante 10 longos e horríveis anos a Zakross perdeu 800 membros em busca de materiais e resgatando pessoas da NOVA com a finalidade de trazer mais adeptos para o seu lado. Contudo, quando a solução desesperadora para a salvação da vida ficou pronta, o grupo havia se reduzido para apenas 10 membros.

O mundo não podia mais ser reconhecido, não haviam mais cores, não havia mais perfume, apenas escuridão ou claridade sépia. Tudo fedia a carvão, óleo lubrificante e graxa. Retrocedemos no tempo e viramos pistoleiros clandestinos correndo de um lado para outro em troca de favores, em troca de clemência ou poucos parafusos.

Hoje…

Quando escrevi esta carta, eu ainda era Raph Touker, eu era um habitante de Zadhyria, eu era um Zakross autêntico. Hoje ao ler este documento fico calado e as lágrimas surgem do nada. O homem que escreveu esta carta morreu quando saiu do trem, quando pisou nesta maldita terra errada. Ao contrário dos outros, eu não me lembro mais da minha terra natal e nem do que fui ou representei para alguém. Apenas posso confiar no Sheriff, o único de nós que ainda se lembra da missão e do que ela representa. Sem ele, seríamos apenas parte deste novo cenário criado pela nossa blasfêmia de brincar de Deus.

Que Deus nos proteja e nos perdoe!

Raph Touker no ano do nosso senhor de 1898 (Realidade 3).

 

Carta de Jacob Willson

Quando finalizamos a máquina de viagem temporal para levar membros Zakross ao ponto exato do surgimento da variável errática, não estávamos esperando uma sabotagem, uma traição do Sheriff Collin MCkellen (Nosso líder). Nossa rota de vetor único foi desviada em sete graus. Esta atrocidade fez com que nosso Raven Guard colidisse com duas realidades intermediárias. O evento catastrófico desviou nosso trem do ponto da variável o jogando contra uma oscilação construtora. O resultado não poderia ter sido pior. Uma terceira realidade foi alocada pelas leis naturais para equilibrar o espaço-tempo, a fim de, não destruir todas as realidades existentes e não fundir todo o tempo. Por sorte (não sei se dizer isto é uma piada) os membros Zakross não morreram e o Raven Guard conseguiu voltar trazendo informações importantes para a sobrevivência deles. O trem foi mandado uma segunda vez com artefatos históricos convincentes para que os mesmos pudessem viver de uma forma mais ou menos confortável até que nós achássemos uma forma de reverter tudo isto.

Qualquer que fosse a tentativa, o Raven Guard nunca entraria na dimensão anômala, assim, a única e desesperadora solução, seria construir um Raven Guard na dimensão 3 (apelidada) e a partir dela viajar até o ponto exato. Na pior das hipóteses, iremos viver e morrer na dimensão 3 longe dos problemas de Zadhyria (muito egoísta). Para tal feito, resgatei um assassino violento que preferiu a morte temporal a enfrentar anos nas minas da Bhavória. Em nosso tempo, ele é chamado pela NOVA de Outsider, uma espécie de excluído. Kessy Kranes enfrentou sozinho uma legião da NOVA de 23 membros e saiu apenas com um tiro no braço. Apesar de estranho e misterioso (o rosto está sempre ocultado por uma máscara anacronte) ele se mostrou um perfeito guarda-costas, já que minha posição de cientista nunca me permitiu estudar as artes da defesa.

Para furar a barreira do espaço-tempo é preciso injetar no tubo de viagem vetorial uma energia especial que permite o deslocamento material sem distorções. A energia desenvolvida para outros fins (usada para substituir brocas físicas) pela Tenácitus Vapor Corp de Mobelius é chamada de Zakrônium e esta energia é que permite a locomoção do Raven Guard, pois, amplia o seu poder de impulsão atômica. Para controlar o Zakrônium é preciso conhecer muito bem o Zakrômetro, um acessório caro, raro e de difícil compreensão. Tivemos que montar um do zero, pois a NOVA confiscou todas as tecnologias da superfície.

Quando o nosso Sheriff se mostrou um traidor ele rapidamente desligou o Zakrômetro do Raven Guard antes dele entrar no tubo de viagem vetorial gerado pelo Rotacionador Grizonn. Além de provocar todo o dano já citado, a ruptura dimensional fez com que muito Zakrônium entrasse na dimensão 3, isto, a transformou em algo diferente das demais, ou seja, ela não é uma simples cópia das dimensões adjacentes 1 e 2. O excesso de Zakrônium potencializa outras energias e modifica organismos provocando mutações. Foi constatado por nossos cientistas que pode (algo em torno de 3%) haver a chance da criação material do irreal. Algo como se uma pedra virasse uma criatura biologicamente aceitável.

Ao que tudo indica cerca de 70% de modificação por Zakrônium foi detectado na dimensão 3. Vou deixar esta carta dentro de meus pertences caso eu venha a desaparecer na viagem. Levo uma cópia comigo para lembrar de coisas caso o efeito devastador de sobreposição de lembranças me atinja.

Que Deus me proteja!

Jacob Willson no ano do nosso senhor de 1898 (Realidade 3).

 

Carta de Kessy Kranes

Minha vida foi sempre muito solitária, não conheci meus pais, não tive amigos e sempre tive que lutar para continuar vivo. Não conheci amor, gratidão ou carinho. Quando a Bavhória se tornou uma imensa mina de carvão para alimentar a Vaportec e toda as suas medonhas criações anacrontes, eu fui levado pelo governo para Nebulus (conhecida como Mobelius a cidade do futuro). Como a Bhavória era um país que se recusava a “evoluir” ela foi condenada a ser responsável por fornecer a energia básica do mundo máquina: Carvão Durábilis. Todos os habitantes foram realocados em outros países, os que se recusaram passaram a ser trabalhadores juntamente com a escória (criminosos). Para evitar fugas, a ligação natural da mina Bhavória (uma ponte de rocha) foi completamente destruída, transformando o país em uma grande ilha de carvão. Pensei que estava salvo, que minha vida seria algo melhor, pois, estava em um pais novo, em meio a pessoas novas e com muitas possibilidades para dignificar minha vida patética e pobre.

Infelizmente a vida me trapaceou criando a NOVA. Em pouco tempo a luta entre a Zakross (uma aberração do governo) e a NOVA destruiu o mundo e tudo que eu conhecia como vida mudou para sempre. A Vaportec se mostrou um inimigo e não uma evolução, a crise ambiental e as novas pessoas com suas novas doenças criaram a NOVA e a Zakross. Nos transformamos em ratos vivendo no subsolo ou dentro de pratos gigantes de vidro. A vida se tornou um caos, não havia mais ar limpo, não havia mais pessoas felizes, não havia mais emprego e tudo se tornou cor de laranja. Havia apenas guerra e morte. A NOVA prometia redenção, paz e prosperidade longe do turbilhão de incertezas da superfície. A Zakross prometia evolução e reconstrução com uma nova Vaportec. Não acreditei em nada e passei a lutar contra tudo e todos. A Mega Densus acabou com meus pulmões e devo a minha vida a uma médica dos escombros de Lagenn próximo ao lago Lymbey. A médica estava mais perdida do que eu, não sabia o que fazer, não tinha mais vontade de viver. Fiquei com ela durante algumas semanas, até que um dia ela simplesmente sumiu. Lutei com tudo que tinha contra a NOVA e contra a Zakross, porém, eles eram muitos e eu apenas um excluído. Fui rotulado de Outsider e passei a ser caçado com um criminoso Classe AAA, ou seja, o mais alto na tabela dos cretinos. Depois de muito tempo lutando no escuro, fui encurralado pela NOVA em um canto fétido de Mobelius. Eram vinte e três agentes contra apenas um assassino desgraçado e sem futuro movido a filtros anacrontes de ar. Porém, alguém me socorreu após eu matar todos. Levei um tiro no braço esquerdo que quase o arrancou e com certeza iria morrer sangrando como um porco naquele cubículo escuro de concreto destruído pela guerra. O nome me apresentado foi Jacob Willson, diretor chefe da área de Anacrologia da Zakross. Ele precisava de um guarda-costas para uma missão suicida.

Segundo ele o problema do mundo podia ser resolvido se fosse possível uma viagem no tempo até o ponto onde tudo havia dado errado. Ele chamava isto de variável errática. Seu grupo de lunáticos subterrâneos havia construído uma máquina do tempo em forma de locomotiva anacronte. A tal coisa se chamada Raven Guard e era movia a Zakrônium, uma energia altamente mutagênica e instável, usada nas minas para a perfuração e extração de carvão. Subir naquela coisa e se aventurar pelo espaço-tempo com o risco de virar mingau ou simplesmente explodir e virar patê Jonírico era algo tão insano como morrer pelas mãos da NOVA ou sufocar nas minas de carvão bhavorianas.

Enquanto estava na base subterrânea do Raven Guard (o nome do grupo era o mesmo nome dado a tal locomotiva do mistério) presenciei a mesma surgir de um enorme ventilador cintilante. Eles lotaram ela de documentos e artefatos que nunca tinha visto. Incrivelmente ela recuou e desapareceu dentro do ventilador azul. Jacob me disse que um grupo de três Zakrossers havia sido jogado em um lugar chamado dimensão 3. Para sobreviverem neste local eles precisavam ser ou pelo menos parecer importantes na sua nova realidade. Ao que tudo indicava, o projeto foi sabotado e a viagem no tempo se transformou em uma viagem dimensional. Quando fiquei sabendo que a tal dimensão 3 era uma Zadhyria saudável e retrô, não pensei duas vezes em me submeter aos estudos e partir com eles na próxima viagem.

Havia um tal de Collin MCkellen preso um andar abaixo, parece que ele era o líder Zakross (Sheriff) antes de sabotar a locomotiva e criar a dimensão 3. Melhor assim, pois, agora tinha um lugar para ir e tentar uma nova vida. Mas, Collin MCkellen fugiu e tentou destruir o Raven Guard explodindo um tanque de Zakrônium. Por sorte não houve explosão e ao tentar atacar Jacob e seu colega de ciência Petrokov Narkyvhus recebeu uma bala na cabeça que a explodiu em centenas de pedaços. Ele queria uma explosão, ele teve uma explosão. Suas roupas eram muito requintadas e não mereciam ficar no meio de toda aquela lagoa de sangue. Consegui meu traje para a viagem.

O grande problema da viagem era o excesso da radiação emitida pelos tubos de Zakrônium. Para evitar nossa morte ou modificação, construíram algo chamado Zakrômetro que mediria a liberação exata de energia para que o vetor de viagem não fosse algo aleatório ou sem rumo algum. Poderíamos colidir com uma barreira dimensional ou poderíamos vagar para sempre sem nunca chegar a lugar algum.  Além do risco do vetor, poderíamos nos tornar outra coisa ou nos dividirmos, algo que sinceramente não gostaria que acontecesse.

Tragicamente Petrokov foi sugado pelo ventilador azul gigante e nunca mais foi visto. Mesmo assim tentamos esquecer o fato e preparar o Raven Guard para partida. Esta foi minha última anotação, antes da viagem…

Vida nova a este Outsider!

Kessey Kranes 1901 (Mobelius).

 

Mensagem de voz transcrita do Sheriff Maff Karson (Texto Final)

Quando encontrarem este texto significa que finalmente o ciclo irá terminar e minha alma viajante poderá descansar em paz.

Fui o primeiro Zakross a embarcar no Raven Guard e estive preso na dimensão 3 durante 50 anos. Atualizei o atlas e a enciclopédia Zakrosser da delegacia. Encontrei as cartas dos novos agentes e percebi algo estranho nas datas. Com exceção de Kessey Kranes todos dataram suas cartas com o ano de suas vidas na dimensão 3. Como pode se as escreveram antes da chegada?

Houve um distúrbio no espaço-tempo causada pela Viagem Primus, ou seja, a viagem do Raven Guard One. Infelizmente foi a minha viagem que causou os distúrbios no presente da sua dimensão. Meu Raven Guard tinha um artefato especial de junção dimensional, algo como um fecho que se abria para a locomotiva e se fechava logo após a sua passagem. Porém um erro de cálculo na quantidade mínima de Zakrônium fez com que em certo ponto da viagem as camadas não se abrissem para o Raven Guard. O efeito final foi uma colisão que fez com que a locomotiva fosse esmagada e desviada para um dos lados. No meu ponto de vista, houve um desvio para a minha esquerda.

Esta tragédia criou uma dimensão associada as minhas memórias, desta forma, foi criada uma fração de Zadhyria perfeita, algo sonhado por minha pessoa quando a Vaportec gerou a Mega Densus. Ao contrário dos novos agentes, eu fiquei com o Raven Guard e durante anos eu o consertei com o desejo de voltar para casa. Quando finalmente a locomotiva estava pronta eu percebi que alguns habitantes haviam entendido e aprendido os segredos da minha anacrotécnica. Não detectei nenhuma anomalia e também não previ nenhum problema nisto, pois, ao voltar, esta dimensão seria destruída pelo fecho do Raven Guard ao juntá-la novamente ao tecido natural dimensional. Porém eu estava enganado…

Eu acabei trazendo aquela realidade e a sobrepus a nossa. Isto foi o que provocou a destruição de nosso mundo. Ao sobrepor as realidades, a ideia Vaportec foi evoluída se tornando muito mais poderosa e poluente. As mentes dos criadores foram sobrepostas e suas metas se tornaram muito mais radicais e ambiciosas. A NOVA foi criada sobre novos pilares, pilares estes criados a partir de novos pensamentos trazidos pelo Raven Guard.

No momento em que os novos Zakrossers chegarem a dimensão 3 eu estarei partindo e deslumbrando mais uma vez a destruição do meu mundo. Isto já ocorreu tantas vezes que não consigo mais contar.

Mas, existe uma solução!

O meu Raven Guard sempre passa muito rente ao de vocês, e cada vez que isto acontece eu jogo uma pasta com mais detalhes sobre o mundo onde vivi, pois, minha memória não é sobrescrita, mas sim, se acumula a cada retorno. A cada novo ciclo vocês chegam mais perto de construir um novo Raven Guard e corrigir a variável errática. Na verdade, os planos do Raven Guard e todas as ideias sobre este evento são criados a partir de meu retorno. Desenvolvi algo chamado Zakrayger e isto vai permitir que não destruam o tecido dimensional quando forem enfrentar o Destino. Não posso dizer quem é o seu inimigo, mas posso garantir que um de vocês o conhece muito bem.

Que Deus nos ajude e nos perdoe!

Sheriff Maff Karson no ano de nosso Senhor de 2035

 

Mensagem de voz transcrita de Scarlat Voldenn

Para Karson (Sheriff Maff Karson).

Sua pesquisa e suas previsões se mostraram erradas ao extremo. O fim do ciclo não aconteceu pela leitura da sua carta. Os Zakrossers ainda não conseguiram construir um Raven Guard e novamente destruíram o tecido da Dimensão 3 comprometendo todo o espaço-tempo. Você ainda continua viajando ciclicamente e na sua última partida o mundo praticamente acabou. A Mega Densus se tornou uma Hyper Densus ao ponto de fazer qualquer um cuspir blocos de carvão ou ter sua espinha torcida ou partida ao meio caso se arrisque a sair das cúpulas ou do subsolo sem uma Armadura Atomizer.

A NOVA se tornou governante do mundo e sua ideologia hoje é irreconhecível. Eles criaram os Vaporraiders e estes governam os países com mão de ferro. Nosso “líder” se chama Destiny Mchold, uma criatura misteriosa que surgiu do nada com um Hawk Guard (um outro tipo de máquina do tempo). A vida orgânica comum não existe mais, não existe mais ar natural respirável, não existe mais harmonia ou felicidade. Não temos mais cores e nem perfumes, tudo é laranja e fede a lubrificante e carvão. A madeira foi substituída pelo aço e as fragrâncias por fumaça sufocante.

A NOVA descobriu o plano Zakross de mudar uma variável temporal que alteraria o futuro. Para Destiny Mcholder isto significaria desaparecer ou perder o seu mundo atual. Durante meus últimos dias de vida neste inferno enegrecido, presenciei a criação de um esquadrão especial de Vaporraiders que foram enviados no tempo através de um Rotacionador Grizonn usando cápsulas pessoais.

Nós os novos Zakrossers (Z2) estamos partindo para a Dimensão 3 com um novo e potente Raven Guard (Raven Guard Absolutus). Estamos levando novas pesquisas suas e novas informações para os Zakrossers. Esta viagem será definitiva e decisiva, caso não venha a ser útil o mundo não existirá mais em sua próxima viagem. Destiny Mcholder preparou uma armadilha temporal e se não conseguirmos te encontrar a tempo, ou seja, se você já tiver partido quando chegarmos, você irá vagar para sempre entre dois espaços curvos.

Que Deus nos ajude!

Scarlat Voldenn no ano de nosso Senhor de 2078.

 

Mensagem de voz transcrita de Jessy Kalvinn

Para Scarlat Voldenn.

Sua partida foi um sucesso, tudo como planejado, não houveram baixas, não fomos capturados e se você conseguiu ler esta carta ainda estamos vivos. Pelo visto sua missão foi um sucesso, pois, as coisas “clarearam” por aqui.

Gostaria que o parágrafo anterior fosse verdadeiro, tomei a liberdade de começar assim para que não surtasse antes da hora. Quando partiram o nosso Rotacionador Grizonn foi destruído por uma força residual de retorno. Levamos dois meses para entender o que tinha acontecido e a resposta não foi nada agradável. Foi sua viagem que criou ou libertou Destiny Mchold, também conhecido por Petrokov Narkyvhus que havia sido sugado pelo Rotacionador e vagava sem rumo entre o espaço-tempo. Foi você que o salvou e o levou para a Dimensão 5. Sim, eu não estou escrevendo sandices, o seu Raven Guard provocou muitos estragos no tecido temporal. Ao contrário do que o Sheriff Karson pensava, ele não provocou nada, mas sim, você e Petrokov Narkyvhus é que construíram nossa condição atual. Vinte cápsulas com Vaporraiders passaram pelo Grizonn de Mobelius e após a grande máquina azul se desligar e lacrar os tanques de Zakrônium ela nunca mais foi religada.

Nós explodimos o centro de comando de Mobelius e nunca mais haverá viagem no tempo por parte da NOVA. Porém, nossa base foi atacada e Destiny se jogou dentro do nosso Grizonn. Sendo assim decidimos tentar uma última cartada: jogamos o último Raven Guard em nosso Grizonn, porém quando passamos por ele, nós explodimos os tanques de Zakrônium para que ninguém do presente pudesse viajar no tempo causando efeitos borboletas contínuos.

Se esta carta está sendo lida é porque não mais existe Dimensão 3 ou Dimensão 5. A ordem foi restabelecida de alguma forma. O que aconteceu? Como aconteceu?

Você irá nos revelar!

Jessy Kalvinn no ano de nosso Senhor de 3560.

 

MAPA DA ROCKSTAR – RED DEAD REDEMPTION – USADO NO JOGO COMO NOVA JHOANNE *

Red-Dead-Redemption-Detailed-Game-Map* Não pode ser modificado e nem comercializado – Eu tenho o jogo original, assim como o mapa.

[PERSONAGENS]

(IMAGENS DA INTERNET NÃO PODEM SER COMERCIALIZADAS OU MODIFICADAS)

[ZAKROSSERS SISTEMA]

Músicas usadas em jogo. Se gostar de alguma compre o álbum original.

[TEMA ZAKROSSER] [TEMA VIAGEM NO TEMPO/ESPAÇO]

[TEMA RAVEN GUARD] [TEMA ZAKROSSER VER II]

[TEMA VIAGEM DIMENSIONAL]

[TEMA ZAKROSSER VER III]

[TEMA MISSÃO]

[TEMA DE FINALIZAÇÃO]

LETRAS DAS MÚSICAS

Músicas usadas em jogo. Se gostar de alguma compre o álbum original.

[ ETERYUM COMPACTOS COLECIONÁVEIS ]

* Músicas usadas apenas em jogo. Temos os CDs originais

 

[PROJETO RAVEN GUARD]

(IMAGENS DA INTERNET NÃO PODEM SER COMERCIALIZADAS OU MODIFICADAS)

[ RAVEN GUARD II ] [ RAVEN GUARD SHERIFF ]

 

[PROCURADOS ZAKROSSERS]

(IMAGENS DA INTERNET NÃO PODEM SER COMERCIALIZADAS OU MODIFICADAS)

 

[ ZAKROSSER CONNECT CARDS ]

Connect Cards são montadas com ESFERAS CAOS

Cada carta possui uma exigência de Esferas Caos para ser montada

Cada carta possui o número de eventos máximo (Esferas Luz)

Algumas cartas liberam cartas extras para potencializar a ação.

 

[ Steampunk Magazine/Book – O$ 1000 cada / + 1 projeto na base ]

*Imagens encontradas na internet – Não modifique estas magníficas artes

[ *UNIVERSIDADE JACOBIANA ]

ONDE OS PROJETOS COMPLEXOS SÃO ELABORADOS E TESTADOS

LOCALIZADO EM CHUPAROSA

*Imagem encontrada na internet – não altere

STEAMPUNK BOOKS RAROS  BOOK 01  BOOK 2

Em jogo eles irão dar um bônus de + 100h em pesquisa a cada 10 partidas

* Livros em PDF encontrados na internet – Se gostar compre os originais

 

[ *RESTAURANTE DA MADAME KELSONN ]

LOCALIZADO EM ESCALERA

*Imagens encontradas na internet – não altere

 

[ *CAFETERIA DA ELISA ]

*Imagem encontrada na internet – não altere

 

[ *BAR DO ELIOT ]

LOCALIZADO EM BLACKWATER

*Imagem encontrada na internet – não altere

 

[ *STEAM EROS – CASA NOTURNA]

LOCALIZADO EM EL MATADERO

*Imagem encontrada na internet – não altere

ESTE MÊS [ENTRAR]

 

[ CENTRAL DE ANÁLISE DE ANOMALIAS ]

[ *DR. SAYAKA ]

[CONVERSÃO DE PEDRA JAMBALLA EM ESFERA ZANT (ESFERA CAOS)]

O$ 3000 por conversão

LOCALIZADA EM LAS HERMANAS

*Imagem encontrada na internet – não altere

 

[ CLÍNICA STANLEY ]

[ *DRA ANNA ]

LOCALIZADA EM ESCALERA

ATENDIMENTO GRATUITO

*Imagem encontrada na internet – não altere

 

[ * ERICA BAGULHOS]

SUCATAS E ARTIGOS RAROS

DE O$ 50 A O$ 1000

LOCALIZADO EM TORQUEMADA

*Imagem encontrada na internet – não altere

 

[ *DR. GADGET ]

O$ 500 por identificação Anacro / O$ 1000 para testes

Localização: Casa Madrugada

* Imagem encontrada na internet – não altere

 

[ *DRA. LIVIA JANSON ]

ANACRO ANÁLISES COMPLEXAS E TRADUÇÕES MECATRON

LOCALIZAÇÃO: CHUPAROSA

O$ 2000 por projeto

* Imagem encontrada na internet – não altere

 

[ MURAL ZAKROSSER – MISSÃO ATUAL ]

DOCUMENTO 01 | DOCUMENTO 02 | DOCUMENTO 03 | DOCUMENTO 04

 

Steampunk-Punk-do-vapor-Notebook-livro-diário-Memos-diário-de-couro-do-Vintage-escultura-Presente-para

[ DIÁRIO ZAKROSSER ]

[ JORNAL SEMANAL ]

 

Diário 001

Depois de tanto tempo e tantas loucuras, nós os nativos já nos acostumamos aos viajantes. Os Zakrossers são assim chamados pelos habitantes da D3 (Dimensão 03), mas alguns os chamam de Crononautas. Os viajantes possuem uma doença chamada Síndrome da Sobreposição de Memória (SSM), ou seja, eles se esquecem do que eram no mundo de onde vieram. A vida na D3 apaga a vida d0 mundo de onde vieram, transformando cada um deles em nativos originais. Para tentar contornar o problema, eles escrevem em papel ou em rolos de metal (Cilindros Zakrônicos) para poderem ler e reativar a memória original. Nem sempre funciona é claro. Cada um deles tem qualidades e defeitos como qualquer homem livre, mas, são estranhos.

Ana é bonita, jovem, cheirosa e amável com as pessoas. Ela é médica, mas já esqueceu como se tornou uma. Felizmente para os nativos ela não esqueceu do ofício e atende no centro de Escalera na clínica Stanley. A coitadinha tem crises pelas manhãs, na verdade sempre pelas manhãs. As crises se manifestam com vômitos e enjoos até lembranças sobrepostas. Apesar de usar trajes masculinos, ela não apresenta características trocadas, mas sua personalidade pode se alterar e fazendo com que faça coisas de homem durante as suas crises. Além disto, ela pode perder o controle e usar o seu poder de forma catastrófica. Ele explodiu a delegacia, vomitou em Jacob e diz ter sonhado que era uma princesa em um castelo. Seus ataques de moça nobre acontecem em horários diferentes e parecem ser ativados quando algo muito feminino é colocado em pauta, como por exemplo a festa na casa do minerador podre de rico Dr. Plummer.

Jacob é estranho, mas tem muito conhecimento, porém, as vezes é um pouco desastrado e pode-se dizer meio burro. Pressionado por todos ele tenta encontrar peças para construir um Raven Guard e tirar todos da D3, restabelecer os erros dimensionais e ajustar a tal variável errática. Para ajudar na sua pesquisa e busca, Jacob contrata nativos para encontrarem sucatas. Não contente com apenas isto, ele fundou uma tal de Universidade a batizando de Universidade Jacobiana em Chuparosa. Além de ser professor de Anacrologia ele também é o diretor. Para ajudar na sua missão ele nomeou Maphald Kellog como coordenadora geral. Jacob e Maphald tem uma boa relação, mesmo que isto signifique discordarem de muitas coisas e usarem moitas do deserto como ponto de fornicação. Nos últimos anos o número de anomalias anacrônicas só tem aumentado, por isso, várias novas peças puderam ser encontradas. Com a armazém lotado, Jacob conseguiu criar algumas ferramentas novas para o grupo:

Anacro Comunicador e Ampliador de Voz

36dc925947038879c322c7e2fe764e73

Camuflador / Stealth

3904913655_db595f817f_o

Flutuador / Jetpack

1e58ef57c423a9cdfadde5142ed13a40

Visor Avançado

1689361e7fc8c32e6af9e7d4eb6860f1

Prática Máscara para casos especiais como gás, incêndios e etc.

Nord Guard 2 Nord Guard 4

Todas estas coisas ainda estão em teste, mas serão aprovadas até amanhã, quando um teste de um dia inteiro será feito com a presença de todos, até mesmo do Sheriff. Peças para o Raven Guard também foram conseguidas, e, apesar do Raven Guard de Jacob estar invisível, coisas novas agora podem ser vistas flutuando no galpão subterrâneo.

Existe alguma coisa que o viajante Destiny quer. Foi com a ajuda de Destiny o viajante que vai e volta do nada (acho que o Raven Guard temporal que levou alguém da cidade e salvou a criança na enfermaria há duas semanas atrás tem algo ligado a ele) que surgiu a poderosa Vanish Gun, que conectada aos membros Zakrossers gera um disparo violento. Este disparo arrebentou uma Anacro Criatura em segundos. Segundo o próprio Destiny coisas criadas a partir do Zakrônium não podem ser simplesmente destruídas. Apesar de aparentemente sua estrutura desaparecer, sua energia circula no sistema e irá penetrar em outro elemento biológico ou mineral o transformando. Para destruir uma anomalia dimensional foi criada a Vanish Gun 005 – PSH 89.

Esta arma incomum exige que mais de um Zakrosser a utilize. Para disparar um encapsulador zakrônico ela precisa de muita energia e de uma dosagem muito arriscada de zakrônium livre em seu sistema. Para ativar a Vanish Gun os Zakrossers devem restringir a liberação de energia em uma área controlada para que o analisador calibre o sensor e ative o rotacionador capsular magneton. Quando o campo vetorial estiver adequado, o sistema da arma irá gerar o “coice” abrindo caminho até o alvo para depois desferir uma cápsula de captura de zakrônium anormal. O alvo irá perder energia até se transformar em uma pedra residual sem utilização chamada Jamballa. Pensando em tudo isto e preocupado com o futuro, Jacob começou a desenvolver isto:

Vanish Gun 006 – PSH 90

1f63f0d7ccf02bb68c00b73077897c03

O Sheriff JJ ainda está cético sobre a melhora de Ana e muito irritado com suas demonstrações de descontrole. Além disto, o aparecimento de Destiny, de um Raven Guard desconhecido, da demora na construção do Raven Guard de Jacob, na destruição da delegacia e do aparecimento de anacrotecnologia nas mãos de criminosos tiraram o sono de JJ.

Muitas dúvidas ainda pairam sobre o misterioso Kessy Kranes, pois, não tendo um rosto e não se misturando aos nativos como os demais, não há como classificar seu modo de vida. Ele está sempre em missão quando Jacob está envolvido, parace ser um tipo de protetor. Não sabemos se o desaparecimento da segunda equipe tem algo relacionado ao evento da explosão de uma cidade inteira no mês passado. Como ele fala muito pouco e nunca é visto sem os apetrechos anacrontes, fica difícil escrever algo sobre ele.

Ruphos Pitton no ano do nosso senhor de 1903.

Licença Creative Commons

O trabalho Zakrossers de Alexsandro Barbosa Costa está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://zykonn.wordpress.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em CONTATO.

[ MENU ]


XANDREUS4

Cybers Voyagers usa textos e imagens de games do mercado, principalmente de Mass Effect da Bioware.

Não modifique ou comercialize o arquivo.

Tenho os games e os livros originais.

 

[ TEMA MUSICAL DA SAGA ]

[ TEMA DA BISMARCK ]

[ MANUAL BISMARCK ] [ ALLIANCE STORE ] [ BLACK MARKET ]

[ *ILLIUM DRINKS ] [ *ILLIUM COLECIONÁVEIS – CÓPIA DO ENCARTE ]

[ *CITADEL FASHION STORE ]

[ CITADEL COLLECTORS STORE ]

[ ELEMENTOS RAROS AINDA EM ESTUDO ]

 

*Imagens dos colecionáveis, roupas e drinks encontradas na internet.

*As imagens são de colecionáveis reais, de roupas reais e drinks reais.

Cada Colecionável libera 3pts para atributos.

Cada drink aumenta o charme em 20pts e sociabilidade em  20pts.

 

[ MÚSICAS USADAS NO JOGO ]

Se gostar de alguma compre o álbum original

[ HINO DA TERRA ] [ HINO HUMAN ]

[ HINO DA GALÁXIA ] [ HINO DO UNIVERSO ]

[ BOA VIAGEM SOLDADOS ] [ COSMOS ] [ LOST ]

[ VIAJANDO PELO UNIVERSO ]

[ CAIPIRA WORLD ] [ SHEPAZ ]

[ CIDADELA ]

* O Hino do Universo faz parte de uma cápsula enviada ao cosmos pelos homens.

* Boa Viagem Soldados é uma música antiga remasterizada por Eve Brenner.

* Cosmos é uma musica clássica tocada em viagens longas. Agora remasterizada por Eve Brenner.

* Lost é uma música antiga remasterizada por Frankee Mells. Esta música é lembrada como Hino do Esquadrão Perdido.

 

[ *LOCAIS ESPECIAIS ]

[ BAR SHEPAZ – APOPHYS]

[ V – BAR – SHADOW MOON ]

[ ADAM BAR – APHOPHYS ]

[ LUCIANO BAR – APHOPHYS ]

[ SHADOW BAR – SHADOW MOON]

PHANDORA GAMES

* Imagem conseguida na internet – sem fins comerciais

Games [ CDT$ 50/Semana ]

* Valor contextual, ou seja, o valor só tem sentido dentro do jogo de mesa.

(nada é cobrado realmente)

ATARI GAMES

CARD GAMES

BRICKZ

SPARKANOID

VALIANT KNIGHT

 

[ GALERIA DE BEST OF THE BEST – BREVE ]

 

 

[ VIOLET BAR – APOPHYS ]

 

* Imagens encontradas na internet. Não modifique e não use com fins comerciais.

 

[ MAPAS ]

[ *GALAXY MAP I – MILKY WAY ] [ *GALAXY MAP II – MILKY WAY ]

[ *GALAXY MAP III – MILKY WAY ]

[ ASS SHADOW MOON ESQUEMA INTERNO ]

*Mapas do jogo Mass Effect – não podem ser comercializados.

 

[ BRIEFING ONE ]

 

GALAXY

<REPORT – START>

Formada por diversas raças (talvez até Humans) a teocracia Gênesis começou a atuar nos últimos três anos em diversas regiões da Crescent Nebula dentro do Terminus System. Segundo sua crença, a Aliança e seus seguidores são entidades malignas que interferem no plano supremo do PAI. Segundo os Gênesis a Nova Cidadela é um artefato demoníaco que absorve toda a bondade da galáxia. Enquanto a Cidadela não for destruída, assim como todos os seus simpatizantes o caos consumirá tudo e todos. Suas principais ações na Crescent Nebula são as de roubar armas, mantimentos da Aliança e distribuí-los aos seus membros. Ataques a naves da aliança também foram registrados, assim  como boicote comercial e desinformação primária (cartilhas foram espalhadas pelas escolas da galáxia).

Os agentes Gênesis usam uma armadura especial que não permite que o usuário seja exposto. Os agentes caídos ou rendidos explodem, impedindo o estudo da tecnologia envolvida ou do seres dentro das mesmas. Usam armamento pesado e letal contra seus perseguidores ou quem consideram infiel. O PAI é uma entidade mítica que nunca foi vista, porém, deve ser uma criatura não sintética com alguma desavença antiga com a Cidadela. Ainda é incerto qual o objetivo final dos Gênesis e qual a sua função ou propósito na Milk Way.

Fonte: Relações Públicas Bismarck – Emily Phinsonn.

Entenda o que é uma teocracia:

Estado teocrático é um país ou nação que possui um sistema de governo que se submete às normas de uma religião específica. As regras que gerem as ações políticas, jurídicas, de conduta moral e ética, além da força policial deste modelo de governo estão baseadas em doutrinas religiosas.
Aos Estados teocráticos podem ser atribuídos os conceitos dos Estados confessionais, ou seja, que assim como a teocracia, possuem uma religião oficial ou privilegiam um grupo religioso em comparação com outras doutrinas que podem existir na mesma sociedade. O privilégio pode ser econômico, político ou mesmo judicial.

Etimologicamente, o conceito de teocracia (que forma o Estado teocrático) surgiu do grego (NA ANTIGA TERRA), em que teo significa “Deus” e cracia quer dizer “governo”, ou seja, teocracia significa “Governo de Deus” ou “governo divino”.
Na maioria dos Estados teocráticos, os representantes estão ligados diretamente ou indiretamente ao clero (igreja ou doutrina religiosa), sendo considerados “porta-vozes” do deus ou deuses que “governam” e “protegem” aquela nação.

Nas civilizações antigas (DA TERRA), por exemplo, os governantes de Estados teocráticos chegavam a se declararem descendentes diretos dos deuses, como acontecia no Antigo Egito Terrestre. Os egípcios cultuavam os seus faraós como se fossem verdadeiras divindades, isto porque acreditava-se que os governantes eram filhos do grande deus Amon-Rá, portanto, também tinham “sangue divino” correndo nas veias. O faraó, como a figura de um deus vivo, era constantemente cortejado pelos seus súditos, que desejavam a sua felicidade pessoal, pois temiam que desagradando o faraó, estivessem irritando o próprio Amon-Rá.

Fato:

A BES (Bismarck Esquadrão Suicida) partiu na Shadow Moon em direção a Crescent Nebula para investigação e possível confronto com a Gênesis. Um de nossos repórteres tentará aprovação do Arco para acompanhar esta missão e trazer detalhes reais e da raiz do problema direto do campo de visão da lendária Explorer da BES. Fique po dentro da verdade do universo através da Galaxy Ring.

<REPORT – END>

[ VERSÃO EM ARQUIVO ]

 

HÉRICA TOMPSON – ENVIADA ESPECIAL GALAXY RING

* Imagem obtida na internet. Seu uso não tem fins comerciais.

—————————

<NEWS START>

<END>

—————————

 

StarJobs

STAR01STAR02

exchange

[ PRODUTOS DISPONÍVEIS – STAR JOB CARDS ]

Licença Creative Commons

O trabalho Cybers Voyagers de Alexsandro Costa está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://zykonn.wordpress.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em CONTATO.

[ MENU ]


Cybers 2013

[ TEMA DE CYBERS EPISÓDIO IV: RED APOCALIPSE ]

PRÓLOGO DA SÉRIE [ LER AQUI SOZINHOS [ LEIA AQUI ]

RELAXE NO SHEPAS [ TOWER ONEMORRA COMENDO NO [ MORTUS BAR ]

EQUIPE NDG S1 [ ACESSOGOVERNO [ ACESSO ]

ARTISTAS [ ACESSO TERRORISTAS PRINCIPAIS [ ACESSO ]

UNIDADES DE APOIO [ ACESSO V8 MAIS PERIGOSOS [ ACESSO ]

LEITURA OBRIGATÓRIA (links desligados no texto) [ 01  02 ]

ACERVO CYBERS [ ARQUIVOS ] SISTEMA DE JOGO [ SISTEMA ]

HEREDHOR MAPAS  [ ACESSO ] SETORES [ INFO ]

HEREDHOR NEWS [ LEIA ] CHANNEL MAGAZINE [ LEIA ]

*DISCOVERY/NDG CARDS [ ACESSO ]  *NETRUNNER CARDS [ ACESSO ]

*Discovery Cards são comprados com pontos de missão [DP]

O custo da carta está na sua parte superior e o número de eventos

liberados para o uso da mesma está no topo como células de bateria.

* Netrunner Cards são comprados com netpoints [NP]

O custo da carta está na sua parte superior e o número de eventos

liberados para o uso da mesma está no topo como células de bateria.

————————————————————————

CYBER MARKET [ ACESSO ]

DIAGRAMA BASE ]

————————————

[ HEREDHOR NEWS EDIÇÕES ]

* Imagens usadas nos jornais (fictícios) não podem ser alteradas. As imagens são usadas apenas para fins de jogo e por representaram uma forma de tornar a ficação mais realista para os jogadores. Pessoas e lugares usados não possuem outra função, ou seja, representam algo fictício. Em nenhum momento se tenta julgar, discriminar, insultar ou fazer circular informações duvidosas ou falsas.

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO I

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO I

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO II

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO II

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO III

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO III

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO IV

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO IV

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO V

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO V

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO VI

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO VI

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO VII

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO VII

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO VIII

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO VIII

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO IX

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO IX

 

HEREDHOR NEWS EDIÇÃO X

——————————————————————–

[ PERSONAGENS NEO CYBERS RED APOCALIPSE ]

Os personagens são imagens encontradas na Internet. Não podem ser comercializadas.

MISSÕES DISCOVERY / NDG

c690b39f859a81b9f466222b477de44e

INFORMAÇÕES DECODIFICADAS [ ACESSO ]

S1 – AI Descontrolada no Porto Seytos

Caso [Anna x G9] Status: RESOLVIDO

Uma AI Classe SSS conseguiu se tranferir da sua embalagem de proteção para o controle do porto. Ainda não se sabe o motivo de uma AI tão sofisticada ser usada em um BOX de produto de limpeza. Os donos das carga estão sendo investigados e os danos causados pelo ataque serão repassados aos mesmos. Extraída por Strauss, a AI foi entregue para o grupo de suporte de Hardware e Software do Grupo 09. Issamu também estava insteressado no destino da AI.

Qual o destino da AI?
O que uma AI SSS estava fazendo em um sistema de proteção ZZZ?
PRODUTO IMPORTADO PELO GOVERNO
O SELO DE PROTEÇÃO FOI CORROMPIDO PELA FORMA INADEQUADA DE TRANSPORTE
A AI ASSUMIU O CONTROLE DO PORTO
DISCOVERY G9 A ISOLOU E A REMOVEU PARA A BASE G9 ONDE A MESMA ESTÁ SENDO ESTUDADA

S1 – Alerta de Roubo de Carga com conteúdo radioativo em Skyport

Caso [Homem Atômico] Status: RESOLVIDO

Um alerta de roubo de carga especial no Skyport acaba por ser finalizado pela polícia local, trazendo sérios problemas no que diz respeito a credibilidade da Discovery. Em meio a toda a bagunça surge um fato estranho: um sinal enviado de GeoMorthus, a cúpula morta.

TENTATIVA DE ROUBO DE ARMAMENTO EXCLUSIVO DA POLÍCIA METROPOLITANA DE HEREDHOR
NÃO FORAM ENCONTRADOS VESTÍGIOS DE RADIAÇÃO
O SINAL ENVIADO PARA A SKY ATLANTIS REALMENTE VEIO DE GEOMORTHUS
OS CRIMINOSOS FORAM MORTOS NO LOCAL

S1 – Como um sinal pode ter sido enviado de GeoMorthus?

Caso P: [O Sinal dos Mortos]  Status: ABERTO [ 20 DP ]

Será contatada a Discovery de OceanCore para juntos investigarem o problema que quase derrubou sistemas de Heredhor.

S1 – Pessoas que derretem e Besouros bípedes

Caso P: [O Brinquedo]  Status: ABERTO [30 DP ]

A população entra em pânico ao começar a avistar besouros metálicos bípedes pela cidade, além disto, um alerta sobre sobrecarga na cápsula da vida foi emitido durante máxima solar.

S1  – Proteger Hyory em seu tour pelo Subway

Caso [Trem do Amor] Status: RESOLVIDO

Na tentativa de mostrar ao mundo que conspirações são paranóias mundiais, a cantora pop Hyory e o cantor Kage fazem um show dentro de um metrô abaixo de Heredhor. A Discovery descobre que ao se apresentar, a cantora Hyory usa uma frequência especial que hipnotiza os fãs. No fim do show captou-se uma retransmissão do sinal para GeoMorthus. O responsável pela retransmissão era Isamu 2.0. Rapidamente a Discovery manipulou as informações para “tapar” o evento que envolveu luta dentro e fora da última estação. Os cantores nada sofreram e o show foi considerado um sucesso.

Detalhes Interessantes:

a) Kage parecia disposto a lutar contra Isamu 2.0

b) Cada Isamu possui uma armadura de inseto bípede

c) Afinal de contas o que há em GeoMorthus?

 

S1 – Fantasmas no Core

Caso S: [Sombras de Energia]  Status: ABERTO [20 DP]

Cada agente deve ter  Robótica 4 | Nano Ciências 3 | Medicina 4 | Ilusionismo Técnico 6 (somado) | Camuflagem 3

S1 – Destruição de Estabelecimentos

Caso S: [Bonecas Rebeldes]  Status: ABERTO [10 DP]

Cada agente deve ter  Robótica 8 (somado) | Corporal 3 | Medicina 4 | Ilusionismo Técnico 8 (somado) | Camuflagem 4 | Culturas 2 | Psicologia 4 | Sociologia 4

S1- Robôs Vandalistas

Caso S: [AI Sonata]  Status: ABERTO [30 DP]

Cada agente deve ter  Robótica 10 (somado) | Corporal 4 | Medicina 4 | Ilusionismo Técnico 15 (somado) | Camuflagem 8 (somado) | Pilotagem 3 | Intrusão 9 (somado) | Nano Ciências 4 | Cálculos Avançados 3

S1 – Feiras Clandestinas

Caso S: [Restos Valiosos]  Status: ABERTO [10 DP]

Coletar informações em DownCenter e Sekai

S1 – Tráfico de Chips dos Sonhos

Caso S: [Acorde Fatal]  Status: ABERTO [20 DP]

S1 – Pegas Clandestinos ameaçam comércio

Caso S: [Corrida da Morte] Status: ABERTO [ HISTÓRIA DOS V8]

S2 – Cargas clandestinas de tecnologia para certas gangs estão promovendo uma crise na NDG

Caso P: [O Retorno da Poderosa AI]  Status: ABERTO [100 DP]

S2 – O número de mortes por suicídio nas autobans aumentou 200% este ano

Caso P: [Chip dos Sonhos II]  Status: ABERTO [120 DP]

S2 – Um homem loiro de 2m de altura está aterrorizando as casas noturnas em Center Life

Caso P: [Loiro Assassino]  Status: ABERTO [ 300 DP ]

S1  – Uma criatura virtual está assustando os usuários do Subway

Caso P: [V-Subway]  Status: ABERTO [30 DP]

S1 – Vazamentos de material químico estão produzindo problemas na Zona da Morte

Caso S: [Robôs de Gás]  Status: ABERTO [20 DP]

S1 – Sinais misteriosos intrigam os moradores de Heredhor.

Investigar os sinais nos 04 extremos do setor

Caso P: [Sinais do Passado I]  Status: ABERTO [50 DP]

S1 – Sinais misteriosos intrigam os moradores de Heredhor.

Investigar os sinais nas Autobans

Caso P: [Sinais do Passado II]  Status: ABERTO [ 60 DP ]

Condições: Reconhecer e explicar pelo menos 02 dos sinais anteriores.

S1 – CASO P: VHESPERS SEM CONTROLE – STATUS: ABERTO [ DP: 10 ]

Investigações levaram ao Porto Seytos onde foi comprovada a existência de uma conexão com o Nekros. Além de usar uma doca como base para equipamentos, foram identificados traços sequenciais de ondas anormais, um tipo tão peculiar que poderia ser a causa da infecção dos Vhesphers. Ainda não foi provado que os Nekros possuem associação com a explosão, apesar de, se manifestarem publicamente como os autores desta atrocidade. Uma gravação com uma linguagem inconpreensível está sendo estudada pelo NDG. As primeiras pistas levam a um circuito de comunicação que envolve o Porto Seytos, Down Center, um ponto cego no mar externo, Geo Morthus, Oceancore, a Sky Atlantis e algum ponto cego na Lua. A infecção via esta frequência é um explicação plausível para que o complexo sistema de defesa da Discovery fosse burlado.

S1 – CASO P: CRISTAIS E GASES LETAIS – STATUS: ABERTO [ DP: 50 ]

Após a explosão do Center Life e imediações foi verificada a existência de uma entrada suspeita. Esta entrada, levou os especialistas a uma caverna de sentido único e profundo. Após várias medições e análises, se constatou a existência de grandes cristais violetas de grande emissão luminosa e radioativa com intenso poder energético concentrado. Uma equipe de 30 especialistas foi enviada e após complicações e novas descobertas arqueológicas apenas 3 membros retornaram. Gritos, vozes e uma imensa porta metálica fazem parte do pacote misterioso da caverna. Além disto, parece que o local emana um tipo de gás tóxico que engana os medidores mostrando ar limpo. Também foi encontrada água líquida, provavelmente oriunda da estrutura atrás da grande porta. A entrada foi lacrada e após o show da Kage uma nova equipe retornará para que se obtenha respostas mais plausíveis.

S1 – CASO S: MENTES PERTURBADAS

STATUS: RESOLVIDO

[ TIMELINE RECEBIDA E HISTÓRIA COMPREENDIDA ]

Somos oriundos de um planeta que foi consumido pela guerra. Na fuga uma nave mãe defeituosa matou a metade da população e provocou a queda de 50% da outra metade em uma lua. Os demais 50% foram jogados em um planeta um pouco mais a frente, onde ficaram vagando na órbida durante anos até finalmente caírem. Os remanecentes na lua conseguiram evoluir a tecnologia e partir para este planeta. Muitos incontáveis anos depois os sobreviventes da queda foram encontrados e tratados como aliens. Foram caçados e alguns conseguiram apoio e fugiram em uma nave de médio porte chamada Arcanthus. Outra nave, porém, de grande porte também foi usada para a fuga da Terra, mas, não tiveram sorte e foram explodidos fora da órbita. A Arcanthus foi atingida e caiu de volta na Terra mas nunca foi encontrada. A única coisa que sabiam é que tinha explodido dentro do mar em algum lugar da antiga América do Sul. Apenas 50 pessoas da tripulação de 200 sobreviveram e protegeram até hoje o indivíduo mais importante: a princesa. Apenas esta espécime tem a capacidade de reprodução. Sim, estamos morrendo e não estamos deixando descendentes.
Uma outra parcela de nossa raça tem anatomia diferente e se sentem ameaçados pela forma nativa do planeta original. Assim, o Riders (Ryanders) tem que morrer. Para evitar a perda total da missão, foram construídos Bioroides, preservando o indivíduo original na base, enquanto a biomáquina se arrisca. Além disto, conseguiram construir uma MÁQUINA TEMPORAL, permitindo que agentes simpatizantes façam ajustes para que ela possa se revitalizar e se adaptar a este clima, a esta atmosfera. Parte da nave (Arcanthus) foi encontrada sob o Center Life junto a uma armadilha antiga baseada em reação gasosa com base em cintilação cristalina. Ainda não está claro se os mortos encontrados eram criminosos ou parte original da tripulação. A parte encontrada tem conexão direta com a Sky Atlantis, local onde a facção B (não temos um nome) se esconde e arquiteta contra o nascimento/evolução da Rainha.

<UPDATE FINAL>

Todos pertencemos a mesma raça, a mesma origem, porém alguns de nós não admitem a perda de Rainha e depositam nela toda a perpetuação da espécie. Não somos insetos, nunca fomos, nossas famílias se perpetuam naturalmente sem a necessidade da existência da Rainha. Na atualidade ela é apenas uma presença  decorativa, um tipo de artefato mítico que alguns ainda se apegam. Nesta loucura absurda, duas facções conseguiram sabotar a Timecross e infectá-la com um tipo especial de vírus que se proliferou através dos Bioroides. Eles conseguiram alterar o passado, fazendo a nave da Rainha cair nas águas do atual Porto Seytos. Depois de alguns anos, os demais tripulantes da Arcanthus se deram conta que a Rainha havia mudado, mudado para pior. Desde então travaram uma batalha contra ela, mas, ela era muito forte para eles. A forma mais razoável foi de prender o seu corpo junto ao núcleo setorial de Geo City (hoje GeoMorthus) onde sua energia seria drenada até sua morte. Porém, as facções simpatizantes explodiram o núcleo e tentaram salvá-la. Os grupos nunca mais retornaram. Voltando a Heredhor (na época Iron City) com um novo corpo, ela tentou uma vingança letal: explodir tudo e voltar para casa (o planeta natal). Foi vencida por uma nova geração e colocada no núcleo de Heredhor onde está até hoje.

As facções da TERRA  e da LUA tem propostas diferentes no que diz respeito ao que fazer com a Rainha e por isso se desafiam o tempo todo. Algumas facções da TERRA estão simpatizando com os ideais da LUA, esta reviravolta está tão crítica que policiais do futuro retornaram ao passado para realinhar vetores temporais. Em todas as linhas desenhadas, sempre a finalização era a destruição da TERRA e a fuga da Rainha. Se descobriu que a principal variável problemática era um Bioroid infectado pela Rainha. Este Bioroid era um invólucro do Capitão Adam Roger Strauss, com a função principal de lidar com os reatores da nave (Arcanthus). Toda a parte energética da nave foi removida para uma área mais ao norte do setor e lá protegida pelos Bioroids. Porém, com a gravidade da infecção ADAM (o Bioroid de Roger) explodiu o sistema destruindo o S Certer Life.

Mas com a explosão, uma parte da nave ficou intacta e disponível para a facção rival coletar informações vitais. De posse destas informações, Dr. Shan (Shanker) aprendeu coisas que refletiram no futuro, permitindo que as equipes de busca e manutenção (sentinelas e Timecops) pudessem criar vetores corretos para alcançar o momento exato (até então acreditavam que era uma ponte em Tóquio) da resincronia. Ao retornarem para o futuro, alguns sentinelas estavam com seus sistemas infectados pelo vírus da Rainha. Esta infecção complicou o futuro e fez com que alguns sentinelas se voltassem contra o sistema. Como último recurso, o próprio líder dos sentinelas, Dr. Hawkwe Apolus, voltasse ao passado para falar diretamente com Shanker. Falando com o Shanker do passado e morrendo no passado, o futuro foi modificado novamente e os Jumpers foram criados. Uma nova ideia surgiu dentro do Corpo Jumper (grupo de policiais de correção temporal). Só havia uma forma de impedir a infecção da Rainha, esta manobra seria arriscada, porém, eficaz. Os Jumpers simularam uma AI arcaica para se comunicar com Shanker para influenciar o Dr. a destruir o Bioroid no passado. Quando ele realmente destrui o Bioroid (2x) os vetores do futuros se alteraram momentaneamente. Quando isto aconteceu, um Jumper foi ao passado e levou o Bioroid ADAM original ao futuro. No futuro ele foi modificado com uma tecnologia não conhecida pela Rainha e depois devolvido ao passado.

Com esta modificação a Rainha perdeu o controle sobre o Bioroid que também desabilitou as suas cópias. Porém, ainda é preciso eliminar os corpos físicos, pois, mesmo sem o sistema original podem ser ótimos soldados para a causa. Para equilibrar o tempo, o Shanker presente em Heredhor entregou sua pesquisa para o Shan original do tempo em questão e partiu para o não tempo (não sei explicar ainda). O tempo foi restaurado e o futuro garantido por enquanto. Squartz é uma tecnologia muito a frente do nosso tempo e deve ser usada com cuidado para não afetar a sútil malha temporal. Não sabemos o quanto o futuro foi afetado, se os sentinelas desapareceram, se os Jumpers e os Timecops nunca foram criados. Até o momento, tudo está como antes e a Rainha não se encontra mais no núcleo. Não sabemos se ela fugiu, se foi apagada da linha do tempo atual e se as fações da LUA ainda estão em guerra com as da Terra. Hora de viver um pouco!

[ Autômato Dinâmico Auto Reprogramável Militar ]

 

Licença Creative Commons

O trabalho Cybers The Final War de Alexsandro Barbosa Costa está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://zykonn.wordpress.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em CONTATO.

[ MENU ]


saint Seiya

Uma Nova História

O mundo como conhecíamos se encerrou na batalha dos Cavaleiros de Atena contra Apolo que a mando de Zeus desfez toda a criação em um piscar de olhos. Mas, ao abrir os seus olhos após o grande brilho do poder de Apolo, todos se viram em uma nova vida em um novo mundo, um mundo perfeito, uma vida perfeita. Ninguém se lembrava de sua antiga vida, ninguém mesmo. Passado sete anos, um a um os antigos cavaleiros que lutaram ao lado de Atena recobraram suas memórias, vivendo em um mar de mentiras, uma jogada diabólica dos Deuses que agora lutavam contra a força criadora de Apolo. Na última batalha, Apolo desafiou os cavaleiros de Atena, prometendo um mundo perfeito e com todos os mortais que mereciam viver nele caso qualquer um dos cavaleiros fosse capaz de ferir o sagrado rosto do Deus a sua frente. Então após queimar seu cosmo ao máximo, Seiya desferiu um golpe contra Apolo e tudo virou luz até que ao recobrarem sua consciência todos estavam em uma nova terra em uma nova vida. Tudo era perfeito até voltarem a lembrar das guerras e de quem eram no passado. Atormentados pela vida dupla, os antigos cavaleiros de ouro se reuniram e passaram a investigar tudo que estava ao seu alcance. Os cavaleiros descobriram que um novo santuário havia sido erigido na mais alta montanha, impossibilitando o acesso a qualquer mortal, este seria o novo Monte Olimpo. Passaram desta forma, a procurar todos os cavaleiros de Atena para juntos tomarem uma iniciativa. Os poderes dos cavaleiros de ouro começaram a brilhar lentamente e junto a este evento uma trágica e grandiosa manifestação se fez ao norte do novo mundo. Uma torre negra repleta de espectros havia surgido e com ela tempestades, pestes e morte haviam se espalhado por toda a parte. O jogo dos Deuses estava mais uma vez começando, os cavaleiros deveriam se reunir o mais rápido possível. Shaka procurou Atena que se encontrava fora do Santuário assim como Apolo. Juntos começaram uma busca, a fim de, reunir todos os cavaleiros residentes nesta nova vida e travar mais uma Guerra Santa contra o poder dos Deuses. Uma nova Saga, uma nova Guerra em busca de uma nova VIDA.

O Novo Mundo

Um dia os Deuses criaram criaturas a sua própria semelhança, porém, sem a sua sabedoria e poder. O motivo seria apenas a diversão dos próprios Deuses, pois, sendo todos igualmente sábios e poderosos não havia como se aproveitarem de situações impensadas ou improváveis. Ao longo dos séculos a vida dos homens sobre a face da terra nada mais foi do que um grande jogo apreciado e festejado pelos Deuses. O grande jogo permaneceu muito atrativo até que alguns membros do panteão decidiram dar poderes aos mortais…

Assim o homem passou secretamente pouco a pouco a dominar seu caminho e ignorar o destino traçado pelos criadores. Para evitar uma guerra incontrolável, Atena desce a Terra e recruta homens dotados dos poderes distribuídos por ela há muito tempo no passado, assim, nascem os Cavaleiros de Atena. Lutando contra o destino final traçado pelos Deuses do Olimpo, os Cavaleiros de Atena vencem cada desafio oferecido por Zeus que sem muitas opções doa parte de seu poder para criar mortais mais fortes capazes de acabar com os brinquedos de Atena. Apesar de todos os seus esforços, Zeus além de perder parte de seu exército foi traído por diversos membros dele.

Cansados de verem seu jogo tendendo para o lado dos mortais, os próprios Deuses encarnam em seus Avatares e passam a castigar o mundo dos mortais. Um a um os grandes Deuses foram sucumbindo ao poder dos guerreiros de Atena: Abel, Éris, Durval, Poseidon, Hades, Ares e Artêmis. Desta forma, Zeus manda Apolo que ao ver os anjos de Artêmis caídos diante dos Cavaleiros de Atena os desafia. Apolo desafiou os cavaleiros a tocarem o seu sagrado rosto, caso conseguissem este feito, a perseguição iria acabar e um novo mundo seria construído para que pudessem viver em paz pelo resto de sua limitada e curta vida. Porém se nenhum deles conseguisse realizar este milagre tudo estaria acabado para sempre e o jogo iria continuar sem eles.

Um novo mundo repleto de paz, um mundo claro e cheio de cores, a natureza vibrante ofuscava seus olhos, uma sociedade sem conflitos, uma utopia de Apolo construída para os mortais. Sentado ao lado de Zeus com um filete de sangue no lado esquerdo de seu rosto o Deus perguntava a Zeus como havia sangue em um supremo. Zeus apenas explica que o sangue é um sinal de fraqueza, uma punição por defender as crias de Atena. Apolo foi condenado e exilado como um mortal e desde este dia, passou a ver como o jogo é um pesadelo para as suas peças…

Zeus isolou o santuário no pico mais alto do novo mundo e recomeçou o seu jogo. A sua primeira jogada foi permitir que as memórias dos antes cavaleiros de Atena retornassem, assim, tornando suas vidas atuais uma grande peça cênica. Os demais mortais seguiriam suas vidas felizes com a nova realidade sem maiores preocupações. A pedido de Zeus, Hephestus criou diversos exércitos que ao longo do tempo se misturaram com a grande nação espalhando o mito dos Deuses e da grande guerra que viria. Os antigos cavaleiros de ouro se reuniram e começaram a investigar o que estava acontecendo. As respostas foram difusas e vagas até Shaka ser procurado por Apolo…

Uma grandiosa e nova guerra iria explodir e ao menos que todos os cavaleiros de Atena se reunissem novamente, a nova Utopia estaria com os dias contados. Rapidamente Mú e Shaka empenharam seus esforços em encontrar todos os cavaleiros de Atena, porém, sem sucesso. Nem todos os mortais haviam sido abençoados pela dádiva de Apolo, isto, graças ao supremo Zeus. Sem opções, Shaka procura por Atena e descobre que o Santuário é inacessível para os mortais. Enquanto isto Mú e Apolo partem para Asgard a fim de, terem uma conversa com Hilda. Em Asgard descobrem que Yoga é um dos Guerreiros Deuses…

Doko e Ivan (Máscara da Morte) partem para Rosan com o objetivo de avisar Shiryu sobre a guerra que se aproxima. Enquanto isto, Kamus e Shaka seguem para a Ilha da Rainha da Morte para descobrir qual a situação de Ikki e Shina. Aldebaram e Aiória buscam por Seiya, mas a viagem não obteve sucesso. Ralk e Miro viajam para a Ilha de Andrômeda em busca de Shun para lhe entregar uma mensagem de Mú.

As Armaduras Sagradas

Quando Atena decidiu ajudar os mortais a enfrentarem o seu destino traçado pelos jogos dos Deuses, ela roubou de Zeus parte da essência do Kartha. O Kartha é uma energia celestial que pode ser gerada apenas pelo Deus dos Deuses a cada mil anos e tem como componente principal o Vidarsas. Este poder concede a Zeus o dom da vida e da morte sobre tudo o que a partir dele é gerado. Com este poder Zeus criou o mundo e tudo que nele existe e, portanto, pode manipulá-lo como bem quiser. Por isso o jogo funciona desde que, Zeus também jogue. O Vidarsas pode ser usado em Nascitis ou em Exteminys, ou seja, vida ou morte. Sendo Zeus o iniciado e escolhido para usar o Kartha, Atena apenas conseguiu roubar parte do poder Nascitis e assim fugir para o mundo mortal, fora do Santuário (Olimpo). Ao contrário dos Deuses que possuem poderes (dons) próprios e inerentes a sua presença quer onde estejam, os mortais jamais poderiam sonhar com algo assim.

Revelar as verdades do Santuário não bastaria para evitar o fim trágico da humanidade, assim, Atena convenceu Zeus a permitir que ela ensinasse alguns poderes para certos mortais, a fim de, tornar o jogo bem mais interessante e emocionante. Atena conseguiu convencer Zeus e seus jogadores que mortais com certos poderes dariam ao jogo uma característica mais desafiadora. Assim, Atena ensinou aos homens o poder de retirar das estrelas das constelações um poder nunca antes visto. Traindo Zeus, Atena permitiu que a luz das constelações iluminassem diversas crianças, cada qual cresceria regida por aquelas estrelas, tornando-a um Deus Mortal. Enquanto os Deuses se divertiam com os novos desafios as crianças iluminadas passavam de geração a geração o poder do brilho das estrelas de forma silenciosa e inexpressiva. Então, na milésima geração os mestres do cosmos estavam prontos, prontos para iniciarem uma investida totalmente nova contra os Deuses: se opor totalmente a seu destino desenhado pelos movimentos das peças de um jogo.

Ao contrário da entidade dos Deuses, os mestres do cosmos apesar do seu incrível poder, ainda possuíam um corpo mortal, uma gigante desvantagem contra os inimigos escolhidos pelos Deuses. Atena propôs a criação da Guerra Galáctica, uma grande arena no mundo dos mortais onde um torneio de vida e morte seria feito todo ano. A vitória daria aos homens um ano de paz, a derrota traria a morte ao perdedor e os homens sofreriam muito além do normal por um ano. A Guerra Galáctica de Atena não só foi aprovada por Zeus como reverenciada pelos demais Deuses. Atena conseguia desta forma, uma maneira de treinar seus mestres do cosmos e assegurar que realmente os mortais poderiam se rebelar contra os celestes. Usando um mineral extraído das rochas que circundavam o Santuário (Celestrionn), Hephesthus produziu através de seu poder o Santurionn, a cerâmica metálica do Olimpo. Baseando-se nas constelações guia dos mestres do cosmos Atena desenhou em papiro Aphonn cada uma das 370 armaduras e com a ajuda de Apolo adaptou o desenho a mortalidade do futuro usuário. Segundo Apolo, eles não poderiam andar com a armadura protetora o tempo todo e por todo o lugar. Assim, ela deveria se desmontar de uma forma que ele pudesse ou levá-la consigo ou deixá-la em algum lugar como uma obra de arte. O problema seria como ela iria reagir ao usuário e como ele iria montar e desmontar a armadura de uma forma prática.

Para isto, Atena lançou sobre cada uma das armaduras confeccionadas por Hephesthus uma gota do seu sangue. O poder de seu sangue celeste (Atena é uma Deusa Humana, uma Haronn) tornou as armaduras leves e resistentes, cerca de 12x mais resistentes que o próprio Santurionn usado na sua confecção. O Santurionn é 89x mais resistente que o material mais duro encontrado no mundo mortal, assim, tornando os seus usuários guerreiros bem mais protegidos que o normal. Ainda não era o suficiente, pois, havia o problema da sincronia da armadura com o usuário. Apolo disse a Atena que usasse o Nascitis nas armaduras, transformando-as de simples armas a criaturas vivas e obedientes. Ajudada pelo Deus Apolo Atena funde o Nascitis com o Vhashionn dando vida a todas as armaduras. Uma a uma as armaduras passaram a absorver energia de suas constelações se tornando dias depois, criaturas vivas enquanto livres.

Apolo alertou Atena que as armaduras estavam poderosas demais e isto desagradaria Zeus. Foi então que Apolo notou após a saída de Atena que entre as armaduras existiam não só constelações, mas formas dos próprios Deuses. Com certeza Zeus estava sabendo disto e colocou entre as armaduras seus preferidos para manipular a Guerra Galáctica. Usando a bolsa de Perseus e a embarcação Calisto, Atena pegou 47 armaduras e fugiu para o mundo dos mortais entregando a cada um dos escolhidos sua armadura. A criatura ao se aproximar de seu escolhido sofre uma transformação, convertendo-se em armadura que se despedaça em mil partes voltando a ser armadura completa no corpo do usuário, uma operação rápida e precisa. Unindo a sua própria energia com a da armadura o guerreiro se torna digno de combater na Guerra Galáctica. Zeus viria atrás de Atena, ainda mais se ela e seus guerreiros vencessem o torneio, assim, ela escolhe doze guerreiros e adiciona às armaduras em armaduras com uma nova camada de Ouriduralênio e os chama de Cavaleiros de Atena. Sua função é proteger a Deusa e permitir que a luta contra o destino se faça de uma vez por todas.

A Derrota dos Deuses

Os desafios de Zeus foram sendo vencidos e apesar das baixas os guerreiros mortais estavam seguindo adiante e ano a ano conquistavam sua paz. Foi então que Zeus decidiu acabar com o torneio e destruir todos de uma vez: A Guerra Santa. Durante séculos os mortais resistiram, forçando o uso de armaduras por parte dos simpatizantes de Zeus. Porém, a novas armaduras não tinham o sangue de Atena e nem a fusão de poderes de Apolo, fato este, que se manifestou em derrotas e armaduras estraçalhadas em campo de combate. As derrotas foram tantas que até mesmo os soldados dos Deuses voltaram-se contra eles, aumentando a resistência mortal. Impedido por Poseidon, Abel e Artêmis, Zeus não podia destruir este mundo e então pedia soluções. Foi assim que os próprios Deuses foram desafiados pelos Cavaleiros de Atena e mesmo com seus grandes soldados e com suas majestosas armaduras, um a um tombaram. Quando aqueles que não desejavam o fim de tudo tombaram, Zeus enviou Apolo para refazer um novo mundo para que os jogos pudessem recomeçar. Apolo desafiou Atena e seus cavaleiros e então…

O Segredo dos Cavaleiros de Ouro [Aurum Saints]

Atena não apenas reforçou a armadura de seus cavaleiros pessoais, mas também, derramou sobre seus corpos o sangue fervente e sagrado de seus pulsos. Este sangue sagrado de Atena conferiu aos doze cavaleiros dourados dons supremos em relação aos seus companheiros de guerra que lutavam na arena e nas emboscadas de Zeus. Os Sagrados Cavaleiros de Ouro descobriram ao longo das milhares de investidas de Zeus, que o Deus dos Deuses estava se tornando cada vez mais fraco. O fato estarrecedor se devia pelo grande descontentamento do povo mortal que não mais encarava as batalhas como um sequencia normal de suas vidas, mas sim, um castigo perverso dos Deuses. As energias negativas que alimentavam apenas Érys e Hades desagradavam Zeus que sentia a perda do controle sobre o panteão. Avisado por Atena, Apolo conspirou contra Zeus e ao gerar Edhenn criou uma nova realidade não só para os mortais, mas também, para os Deuses do Olimpo. Apolo com a ajuda de Artêmis irmã de Atena, roubou quase todo o Kartha de Zeus do Salão do Jogo em Herápolis, usando toda na criação de Edhenn, manipulando parte da criação sem o conhecimento de Zeus. Atena, Apolo e Artêmis foram expulsos do Santuário e para evitar um perigo maior do que o imaginado, Zeus ergue o santuário a uma altura estúpida, impedindo que qualquer mortal normal chegue nas estátuas da justiça.  Apolo ao criar Edhenn transferiu parte do Kartha que ainda possuía para os Cavaleiros de Ouro, tornando-os capazes de matarem Deuses. Para que tal ato de supremacia jamais antes visto ocorra, os doze cavaleiros devem trabalhar juntos ou ao menos em sequência para que o Deus seja aprisionado, enfraquecido e despachado.

A destruição completa de um Deus é complexa e muito lenta, sendo necessária um trabalho em conjunto perfeito em Treze Atos.

Primeiro Ato: O Bloqueio Físico de Touro
Segundo Ato: O Bloqueio Espiritual de Virgem
Terceiro Ato: A Prisão de Cristal de Áries
Quarto Ato: A Paralisia Mortal de Escorpião
Quinto Ato: O Julgamento de Gêmeos
Sexto Ato: A Justiça da Vida de Libra
Sétimo Ato: A Separação do Espírito de Câncer
Oitavo Ato: A Morte do Corpo de Leão
Nono Ato: A Condenação da Essência de Sagitário
Décimo Ato: A Quebra do Cordão de Ouro dos Deuses por Capricórnio
Décimo Primeiro Ato: O Afogamento da Dor de Aquário
Décimo Segundo Ato: O Fim da Dor de Peixes
Ato Final: A Extinção Estelar

As Estrelas Apagadas

Quando as armaduras sagradas foram criadas, doze estrelas sobraram, pois não eram suficientes e nem próximas o suficiente para formar nada, ou seja, nada representavam e, portanto, não ganharam representação alguma.  Estas estrelas foram chamadas de Estrelas Apagadas também conhecidas como Estrelas Negras Anima. As anima nunca foram utilizadas por Zeus ou Atena, porém foram energizadas por Hades  que conseguiu a partir de cada uma gerar armaduras negras defeituosas, mas, muito fortes. Seus usuários foram chamados de Kabala as via da escuridão e do segredo oculto. Dez estrelas são guiadas pela décima primeira estrela, Sephitoth a estrela da morte. Segundo algumas lendas, as Black Stars foram responsáveis pela destruição dos Elfos e de sua terra natal Atlantis no evento chamado de Chuva Negra. Sábios antigos dizem que a ilha de Andrômeda nada mais é do que uma parte submersa de Atlantis. Esta teoria explicaria o material encontrado por Shun que ativado por Muriel se tornou diferente modificando o humor de quem o tocasse. Durante alguns meses Shun e Muriel mergulharam na periferia da ilha em busca de respostas, mas não encontraram nem sombra de Atlantis.

As Máscaras das Amazonas

Uma Amazona é um cavaleiro mulher treinada por uma mestra ou por um mestre, ao contrário de um cavaleiro homem ela é instruída a não retirar sua máscara. A máscara deve ser tirada quando seu uso atrapalha uma ação ou quando ela puder usar sua beleza em benefício próprio. Amazonas possuem corpo perfeito e uma beleza que paralisa. Além de resguardar sua pureza estética, a máscara da Amazona é feita de Andromerita, um mineral que adiciona ao usuário da máscara o controle do tempo cerca de 20s antes de seu inimigo ou alvo. Além disto, a visão da Amazona é ampliada 20x e somente elas podem ver através da máscara, pois, para um usuário comum ela é opaca e sufoca. Quando uma máscara quebra, o respeito da Amazona também é quebrado e assim ele deve se retratar com seu mestre e cumprir a punição para receber outra máscara.

A Saga de Ivan

A história de Ivan de câncer começa quando a cidade de Ibiza foi dizimada por Hades. Nas ruínas, as famílias se esconderam e sobreviveram como puderam. As hordas sombrias corriam atrás de almas e carne fresca. Nesta época as Animas estavam acessas e sedentas por energia enquanto seu senhor observava tudo com prazer. Durante anos as pessoas foram caçadas, as pestes se proliferaram, ninguém era poupado ou perdoado. No fim, apenas as crianças restaram e entre elas o pequeno Ivan da nobre família Lacerda. Encurralado em um beco escuro por duas animas ele teve o primeiro contato com Zelot e com Indha. Estranhamente o poder dos Animas foi retraído e Victoria, o poder ceifador de Indha encarou Ivan e depois disto desapareceu. Um pacto silencioso havia sido feito, um pacto de vida e morte que mudaria a vida da criança.

Victoria concedeu a Ivan a Máscara da Morte, um poder tão incrível e tão horrível que jamais um mortal ousou desfrutar. A Máscara da Morte concede ao seu usuário vida eterna e o poder de vida ou da morte. Tal atribuição de poder a um mortal desagradou Zeus que pediu a Hades para acabar com esta história antes que fosse tarde demais. Realmente Zeus estava com razão e o pequeno Ivan tornou-se um adulto em pouco mais de seis horas. Ivan lutou contra Hades e os Animas apagando-os novamente. Por desafiar um Deus e ainda por cima vencê-lo, os olhares do panteão foram direcionados para o jovem. Interessados em um jogo mais difícil, os Deuses deram a Ivan um posto de grande prestígio: Guardião do Portal da Morte no reino de Hades. Ivan reacendeu as Animas e as levou consigo onde ficou por vinte anos. Mais uma vez ele foi desafiado por Hades e acabou vencendo. Atena sabendo da existência de Ivan o recrutou para seu cavaleiro em troca da luz da superfície e da morte agora tão desejada. Ivan lutou ao lado de Atena pessoalmente junto com Saga e Shaka e durante muitos anos obteve vitórias sem propósito o que resultou na sua saída do grupo. Procurado por Shaka, Ivan disse estar esperando pela morte prometida por Atena durante cinco longos anos de combate. Ivan conhece Muriel de Áries que lhe concede por obra e poder de Atena a retirada da Máscara da Morte. Porém, por usá-la tanto tempo, Ivan absorveu seu poder e hoje luta sabendo quando vai morrer, isto,  o tornou muito mais poderoso e temido pelos demais cavaleiros. Ivan diz saber a verdade sobre o mundo Edhenn, porém, sua teoria não é aceita nem mesmo por Atena.

A Capa e o Cavaleiro

A capa de um cavaleiro está mais para a espada de um cavaleiro medieval do que um simples adorno de indumentária. Assim como a espada sagrada do cavaleiro medieval a capa de um cavaleiro de Atena mostra respeito, decisão, alinhamento e nobreza. Um cavaleiro jamais deve usar sua capa fora de um momento que não julgue importante ou que não seja classificado como importante por outros cavaleiros.
Geralmente ao se reunirem com as armaduras, todos os cavaleiros usam suas capas em sinal de nobreza e respeito pelos demais. Todos os cavaleiros leais a Atena devem usar uma capa azul escuro com o forro interno em azul claro, esta capa deve estar presa em ambos os lados da armadura, porém, em ocasiões de luto apenas a ponta esquerda é usada para prender ambas as pontas da capa e ela não deve estar esticada, mas, levemente dobrada sobre o antebraço esquerdo que fica reflexionado até quase a altura do peito.
Quando um cavaleiro declara guerra, ele coloca sua capa em meio ao combate. As capas fazem parte do cosmo da armadura e também são invocadas. Todo cavaleiro solidário a declaração de guerra também invocará sua capa e irá se alinhar no front juntamente com o declarante, criando desta forma, uma linha de combate oficial. Apenas Deuses e cavaleiros superiores podem usar capas douradas ou vermelhas, assim como, permitir que as mesmas toquem o chão ou cubram totalmente seu corpo.

O Punho Triplo de Atena

Quando Atena convocou os seus cavaleiros ela permitiu que eles criassem uma técnica final e devastadora, porém, a mesma somente poderia ser utilizada quando a vida da Deusa estivesse sobre ameaça total. Conhecido como Energia Atênica, este golpe mortal consiste na fusão do cosmo de três cavaleiros gerando Atens a projeção de uma Atena de pura energia. Por sua vez, Atens alerta o inimigo com sua voz poderosa, para depois de alguns segundos desintegrá-lo. O alvo de Atens tem em média cinco segundos para ajoelhar-se e pedir clemência antes que sua existência se desfaça. Por este motivo o famoso Punho Triplo de Atena ficou conhecido por Exclamação de Atena. Uma vez usado, os três cavaleiros envolvidos ficarão inertes durante seis horas e somente poderão usar esta técnica novamente após sete anos.

As Sombras da Constelação de Câncer

A constelação de Câncer é um dos maiores enigmas até os dias de hoje, seja para seu iluminado ou para os próprios deuses. Quando Ivan absorveu o poder da Máscara da morte as estrelas de sua constelação foram sobrepostas por um grupos de estrelas negras, o chamado véu de Câncer. Quando Ivan passou a lutar ao lado de Atena, a luz irradiada por seu cosmo desmanchou o véu de câncer, mas, gerou uma imensa sombra em cada uma das estrelas que formam a constelação. Estas sombras absorveram os resíduos do véu e formaram a Dark Câncer. Utilizadas por Hades e Érys a trina de Câncer passaram a ser os servos mais próximos e mais devotos da dupla. Com a morte de Érys, a trina foi transformada no coração negro que substituiu a alma podre de Hades. Assim, supostamente, Ivan destruiu Hades e a Dark Câncer, mas não, o seu coração. Existem rumores que a alma de Hades está buscando um novo hospedeiro. A Black War está apenas começando…

O Forjador

Quando o novo mundo estava sendo formado por Apolo, ele foi procurado por Atena que lhe fez um pedido: esvaziar as mentes de todos. Como os cavaleiros haviam lutado durante toda a sua vida, Atena queria que pudessem desfrutar de uma nova vida, algo retirado deles desde sua infância. O mundo novo não precisava mais de cavaleiros e guerras. Partindo do ponto de vista de Atena e dos mortais, Apolo se colocou neste nível de vida e percebeu como os jogos eram horríveis. Apolo não sabia que já havia sido condenado por Zeus a viver entre os “macacos”. Assim, entrou secretamente na sala de jogo e usando seus já quase inexistente poderes e roubou grande parte do Kartha e corrompeu Hephestus para ajudá-lo com Hedhenn e mais tarde com as armaduras de Ouro. Pensando na sua punição depois de sair da sala do trono sagrado com um infinito filete de sangue em seu rosto (que foi curado por Atena mais tarde) ele procurou Hephestus. As armaduras por mais fortes e resistentes que fossem em nada seriam úteis se o usuário (o iluminado, com exceção dos Animas e dos Dark Câncer) fosse um abençoado. Esta bênção estaria ligada ao fato da luz da sua constelação e não somente no fato de possuírem uma bela e potente armadura. Mesmo os iluminados eram frágeis perto dos poderes dos Deuses e assim Apolo com a ajuda de Hephestus, Atena, Artêmis e Afrodite, criaram os sete Titãs. Conhecidos como os Generais de Zeus, este agentes duplos serviram Zeus, vencendo batalhas para alegrar o jogo e ao mesmo tempo revelando segredos táticos dos deuses para os mortais. Os Titãs comandados por Hyperionn se tornaram a força celeste de Zeus que os aplaudia de pé na sala do jogo. Sentindo-se mais importantes que muitos deuses, os titãs cortaram relações com os mortais e passaram a massacrá-los. Enki o forjador, responsável pelas armaduras desceu do Olimpo e avisou Atena que a aparente paz deste novo mundo estava sendo destruída. Em breve tudo que Apolo havia construído iria ser reposicionado no tabuleiro de Zeus, ou seja, um novo jogo, uma nova guerra iria explodir. Para manter seu vínculo com ambos os lados, Enki passou a residir em Esmeralda na Ilha da Rainha da Morte. Fundou uma bela cidade chamada Kerbhel onde compartilhou uma vida quase humana na curiosiade de entender o que Atena via na humanidade. Para sua tristeza, a cidade foi campo de batalha entre os Titãs de Zeus e os Animas de Hades. Um jogo, uma teste de forças que divertiu muito ambos os Deuses e selou uma tristeza profunda em Enki. Uma névoa eterna surgiu na grande cratera do golpe final de Hyperionn. Neste cânion Enki ergueu uma nova cidade: Carbonis do Vale Mist. Tempos depois ele recebeu a visita de um casal que procurava paz de espírito. A partir deles Enki permitiu a criação de Vila da Fênix e alterou o vulcão Esmeralda para que seus gases não promovessem a discórdia, o medo, a inveja. Todos os que na ilha chegam, são envolvidos por uma magia que lhes tiram a vontade de partirem. Não há guerras na ilha. A humanidade pensa que Hedhenn tem poucos anos de vida, mas, antes da humanidade, este mundo recebeu os Haronns, deuses humanos que satisfaziam as necessidades mundanas dos Deuses. Aos poucos Apolo foi introduzindo sua massa primordial de vida devido uma aposta que perdeu e que cumpriu contra a vontade de Zeus. Assim, para todos, Hedhenn é seu novo mundo, uma utopia gerada por apolo ter recebido um golpe de um cavaleiro de Atena que o fez sangrar. Sangue este, que nada mais era do que o início da sua punição: A Humanização. Apolo deixou de ser um Supremo para se tornar um Haronn e mais tarde um humano mortal. Graças ao Forjador, Muriel e Shaka puderam ampliar seus poderes através da armadura, utilizando recursos celestes do mestre da Ilha da Rainha da Morte. Para ser deixado em paz pelos Titãs, Enki com a ajuda de Baco, conseguiu a Máscara da Ilusão, cujo poder é superior até mesmo do que a visão de Zeus. Assim Enki o Titã Forjador se tornou Genkibaly o ancião gigante do Vulcão Esmeralda.

Generais (Breve)

Rastreadores (Breve)


diario

EPISÓDIO 01 – A visita dos cavaleiros: Memórias de Rosan & Música Polar [ 30/07/2010 ]

ASGARDHyoga histórico de Edhenn

Uma terra no extremo norte do mundo, castigada pelo inverno quase eterno, formado por um povo simples, honesto e guerreiro. Como de costume, a canção de outono que agradece o verão e clama por um inverno ameno será realizada no salão de eventos do Castelo de Odin. Nesta época, muitos estrangeiros entram nos domínios da rainha Hilda para contemplarem o evento anual único e brevíssimo, já, que é composto por apenas uma música. Neste ano haverá um diferencial, o que se espalhou pelo mundo inteiro, triplicando o número de visitantes. O reino de Odin se preparou para receber uma contribuição financeira histórica com os passeios guiados, o artesanato e com as hospedagens.
Asgard é regida pela rainha Hilda que por sua vez recebe ajuda dos príncipes Freya e Jurgen (/iúrguém/ pronunciados como yúgn pelos moradores do vilarejo real) e ambos são protegidos pelos cavaleiros e guerreiros deuses de Odin. Durante algumas semanas o príncipe mostrava sinais de preocupação e muito estresse, isto chamou a atenção de Hilda que o chama até a sala do trono. Ao se desculpar com a Rainha e pedir para que a mesma não se preocupasse com isto, ele nota uma sombra anormal no lado direito do trono, porém sai do local sem maiores perguntas. A partir deste dia uma combinação de eventos paranoicos tomam conta dos pensamento de Jurgen. Na lista incluem pessoas diferentes do normal, salas com vista para um campo de batalha, além de lembranças de batalhas não travadas. As alucinações continuam até acordar e presenciar uma cena um tanto aterradora: acordar na cama da rainha Hilda. Ao sair do quarto, jurgen ouve dos guardas que a rainha seguidamente contrata homens para satisfazer seus desejos mais íntimos, assim, facilitando a fuga com um disfrace ridículo de cortinas. Ao voltar para seu quarto é advertido por sua irmã distante Ilka que tenta manter o foco no treinamento para o evento.

No evento tão esperado, Jurgen é surpreendido por uma memória fantástica ativada pela voz de Ilka que estranhamente faz todas as flores e vegetais do salão se comportarem de forma acelerada como na primavera. Todas as folhas rejuvenescem, todas as flores abrem e toda a vida de Jurge se transforma no cavaleiro de Cisne, um cavaleiro de Atena. Os estranhos espectadores são automaticamente reconhecidos: Apolo e Mú de Áries (Agora Muriel).

ROSAN

Uma das terras altas voltadas inteiramente para o cultivo e para o artesanato. Rosan produz para si e para algumas cidades baixas em troca de matéria prima para certos artesanatos mais sofisticados. Formada por um povo simples, pacato e que vive apenas para sí, a única agitação se concentra no Festival do Dragão Nascente no Outono. A lenda diz que um dragão sempre devastava as lavouras caso uma virgem não fosse sacrificada ou que a metade da colheita fosse entregue a ele. Cansado de tanta injustiça, um cavaleiro guerreiro lutou e venceu o dragão, trazendo a paz atual ao povo de Rosan. A lenda foi introduzida pelo avô do mestre Doko, amigo da família de Shiryu há anos. Assim como em Asgard, Rosan literalmente tira o pé da lama ao faturar muito com o artesanato, hospedagens e produtos locais. Até mesmo as gêmeas de Nankin faturam mais com seus clientes estrangeiros.

Mais uma vez Shiryu e Shaia discutem na margem do rio Shon no cair da noite estrelada sobre a memória de Shiryu que anda um frangalho. Pela sétima vez após sua promessa anterior, ele havia esquecido o aniversário dela e por isso Shaia estava muito decepcionada. Algo estava acontecendo, pois, além de ver a menina do portal, Shiryu não conseguia mais dormir e pensamentos de uma guerra trágica e longa brotava diante de seus olhos ao menor descuido. Esta situação não só chateava Shaia como a sua madrasta e seus amigos mais chegados. Dia após dia, Shaia se afastava mais de Shiryu, assim como sua vida tradicional. Ao pedir ajuda para Doko, Shiryu descobre que nada era realmente uma paranoia e que o estranho que frequentemente rondava a vila era amigo de Doko e não um simples amigo, mas, um cavaleiro de Ouro. O amigo de Doko é Ivan de Câncer, o Máscara da Morte. Todo este turbilhão de memórias vagas se uniram e passaram a fazer sentido quando a máscara de Vênus de Shunrey fora retirada diante de seus olhos. Shiryu acordava de um sonho de cinco anos.

O DESAFIO DE ZEUS

Hyoga deixa Asgard assim como Shiryu vai embora de Rosan para juntos encontrarem alguns cavaleiros de ouro e os demais cavaleiros de Atena. Ainda muito confusos com este rápido despertar, os cavaleiros notam que apesar de recuperar suas memórias, tudo está muito mudado e são obrigados a lutarem contra uma armadilha de Zeus que lhes dirige a palavra pessoalmente. Shun, Shunrey, Hyoga, Ilka e Shiryu partem para a ilha de Andrômeda para analizarem o mineral estranho que Shiryu lhe entregou e para se reunirem com os demais cavaleiros para discutirem os pontos chave para os próximos passos da luta contra o destino.

EPISÓDIO 02 – A Máscara de Shunrey (Intro) [ 14/08/2010 ]

Ao chegarem em Andrômeda todos se deparam com algo bizarro, a ilha é um mosaico de eras, culturas e tecnologias, além de parecer um grande santuário futurista. Ilka não se adapta com o clima tropical (um dos cinco da ilha) e acaba desmaiando. Shun segue para o laboratório levando as pedras encontradas por Shiryu a fim de, fazer uma análise mais detalhada do que elas realmente são. Hyoga leva Ilka de arrasto enquanto Shunrey e Shiryu tentam compreender a língua e as atividades das pessoas que estavam ao seu redor. Depois de andar alguns minutos, todos puderam perceber que os nativos se dividem em Nativos da Terra e Nativos Cientistas. Os nativos da terra, são capazes de usar poderes, talvez tenha domínio sobre o cosmo e o usam para os mais diversos fins. Estas pessoas não se intimidam ou se distraem com cavaleiros trajando armaduras, seguem sua rotina normalmente, seja pescando, seja vendendo artesanato ou até dando boas vindas. Segundo Shun (mais tarde) os estrangeiros recebem uma espécie de passaporte de entrada chamado de REBUS. Uma Rebus nada mais é do que uma flor de vidro ou de pedra que deve ser colocada na janela do seu quarto enquanto estiver na ilha. Outra característica local é o fato do respeito pela cor de cabelo:

Cabelos Loiros – Presença Celeste, não se pode olhar nos olhos

Cabelos Vermelhos – Adorado como Deus

Cabelos Violeta – O mal em pessoa

Demais cores – Normal

Na ilha eles encontram Ariah de Peixes que lhes faz duas revelações interessantes:

01) Ela é a nova cavaleiro de Peixes, ocupando o lugar de Ralk (Afrodite) que decidiu lutar de uma outra forma (ajudando atena em pesquisas de campo). Assim ela passou a ser uma das novas integrantes dos Aurum Knights.

02) Ela pertence a uma época diferente, vinda do futuro (ano 6640), alertanto que a guerra contra Zeus foi perdida e que o jogo continuou. Seu conhecimento é muito importante nesta realidade devido a diversas informações das consequências ocorridas após a invasão do Olimpo pelos cavaleiros de ouro no passado. Desta forma, ela revela que parte da população de Edhenn é formada por deslocados do tempo. Ilka é sem dúvida uma delas, pois, sua memória ainda confusa reporta castelos e cavaleiros.

Após um pequeno tour dos horrores com Ariah, o grupo começa a entender a complexidade da Andrômeda. Basicamente a ilha se divide em quatro partes:

SUL – Futuro / Ciência

NORTE – Nativos rurais / Magia

OESTE – Natureza / Coisas sem explicação

LESTE – Rochedos Místicos

Além disto, Shun explica que Andrômeda é uma ponta da cidade de Atlantis que se encontra mergulhada no solo do Mar de Heinko. Juntamente com Muriel, eles tentaram mergulhar e encontrar uma forma de entrar ou explorar os restos de Atlantis, mas não foi possível. Nem a tecnologia nem o poder de Muriel ou Shaka puderam desenterrar ou abrir um caminho para a cidade perdida. O grupo também ficou sabendo que o tempo na ilha passa mais lentamente do que fora dela, ou seja, a cada dia em Andrômeda se passam três dias fora dela.

As máscaras das Amazonas dadas pelos seus mestres ao final da consagração são feitas a partir de um mineral específico de Andrômeda a qual lhes confere uma série de vantagens em combate. Umas dessas vantagens é o fato de preverem o futuro por 20s antes de seu oponente. Este segredo proporcionou a todas as Amazonas o título de implacáveis e precisas. Shunrey confirma esta informações e se diz parte de algo maior, porém um segredo até mesmo para elas.

No mesmo dia ao cair da noite, os cavaleiros de ouro se reunem, mas antes de acertarem qualquer tipo de próximo passo, Andrômeda é atacada ferozmente por Arell. Além disto ele teleporta Doko, Shiryu e Hyoga para o mundo dos Sonhos Horrendos onde desafia Doko se alimentando de seus medos e frustrações. Arell na verdade é agora Sephiroth uma das doze estrelas mortas Anima, que foram acesas por Hades. As Anima são as estrelas que sobraram depois da criação das sagradas armaduras, são doze estrelas que não fazem parte de nenhuma constelação e portanto não foram utilizadas. Através do poder de Hades, cada uma foi associada a uma bizarra criatura e transformadas em armaduras negras especiais sob o comando de Hades. O grupo presenteado por Hades se chamou Kabala e foi responsável pela pequena batalha da Chuva Negra que resultou no fim dos Elfos e da Cidade de Atlantis. Atlantis era a cidade natal de Muriel e sua família.

Segundo Doko Sephiroth é o irmão de Muriel o jovem Arell. Horrorizado com o cenário ao seu redor (Rosan em cinzas) Doko perde o controle o que torna Sephiroth invencível, o mesmo ocorre com Shiryu que se descontrola e descarrega toda a sua raiva eliminando cada parte de seu cosmo sobre o inimigo. O equilíbrio de Hyoga faz com que Arell perca sua concentração e baixe sua guarda, foçando a aparição de duas novas estrelas. Uma delas atinge diretamente Hyoga que ao perder sua concentração permite a fuga ou não dos inimigos que apenas dizem ter dado um aviso de Hades. Perdidos em um sonho negro e profundo, Saori os alcança e os tira do mundo dos Anima. Na realidade Shiryu havia sido atingido pelo golpe de uma das Animas ao proteger Shaya o que permitiu que seus pensamentos fossem facilmente manipulados.

Após a luta, Hyoga foi levado para Asgard por Shion e por Ariah que se diz muito interessada no cavaleiro. Shiryu foi conduzido juntamente com Doko para Rosan atrav’és do poder de Atena. Enquanto isto, Shunrey e Ilka se juntam a Ivan de Câncer e partem para a Cidade das Pontes para encontrarem um antigo cavaleiro. Assim que Doko, Shiryu e Hyoga se recuperarem, eles irão com Aioria, Shionn e Ariah até a Ilha da Rainha da Morte para tentarem trazer Ikki e Shina para o grupo…

EPISÓDIO 03 – O Brilho da Escuridão [ 27/08/2010 ]

Preocupados com o novo brilho das Animas, o conselho resolve acelerar as providências já acertadas e partem para duas missões: buscar Ikki e Shina e descobrir o esconderijo do forjador. O forjador tem como principal poder a união de elementos mágicos às armaduras de Atena. Trabalhando junto com Muriel os cavaleiros querem ter suas armaduras modificadas e preparadas para a grande guerra que está próxima. Ivan de Câncer revela para Shiryu e Hyoga que o mundo Edhenn é o inferno e que sua morte se aproxima cada vez mais. Ivan deixa a cargo de Shiryu as ombreiras de Câncer que devem ser pegas após seu funeral no Templo de Câncer. Também lhes é revelado que Ivan olhou a morte e por isso recebeu seus poderes, além disto, Ivan disse ter vencido Hades em outros tempos e controlou a entrada dos mortos nos círculos do inferno. Ivan enfrenta Zalot e assusta Indha seus antigos discípulos. Sephiroth afasta a máscara da morte de Indha e escapa com a jovem antes que fosse destruída assim como Zalot.

Na ilha da rainha da morte, o grupo descobre que uma estranha força os faz ficar mais e mais, porém o titan senhor da ilha depois de anos sem preocupar-se com a guerra manda chamar todos os cavaleiros no vulcão Esmeralda no centro da Ilha.

A guerra vai começar…

EPISÓDIO 04 – Uma Estrela não brilhará mais no céu [ 29/10/2010 ]

Após chegarem na Ilha da Rainha da morte, os cavaleiros de Atena percebem que uma espécie de poder ali se manifestava. Todos os habitantes da ilha simplesmente perdem a vontade de lutar e nutrem uma atração violenta pela terra, esta situação faz com que todos que ali chegam percam a vontade de voltar. Segundo Enki (o Titã forjador) isto está associado aos gases que vazam do centro de Carbonis. Carbonis é uma cidade nas profundezas do vale Mist sob a cidade em ruínas de Kerbhel. Apesar desta harmonia, Enki percebe a chegada de cavaleiros de Zeus e imediatamente chama as armaduras de Ikki e Shina as enviando para os mesmos com um recado. Enki queria ver os dois o mais rápido possível no centro do vulcão Esmeralda. Juntamente com Ariah, Aioria, Shiryu e Yoga, Ikki e Shina partiram para Esmeralda. Em Esmeralda, Enki revela ser agente duplo e avisa sobre o início da guerra que o santuário iria iniciar. Para tal, Enki melhora as armaduras de Shiryu e Yoga acrescentando Slots Sanctums. Enki é visitado por Hermes que pede que o mesmo o acompanhe, pois Zeus gostaria de vê-lo naquele momento. Ao mesmo tempo, Hades e seu exército vasculham a ilha a procura dos cavaleiros de Atena e para isso passam a destruir Carbonis. Ariah declara guerra invocando sua capa e uma longa e violenta batalha começa. Ariah luta contra 100 soldados de Hades enquanto Ikki, Yoga, Aioria e Shiryu partem para a cidade. Ikki pede que Shina fosse avisar os demais cavaleiros sobre o acontecido. Enquanto Ariah lutava contra os 100 soldados, Shiryu e Yoga são surpreendidos por mais soldados. Ikki e Aioria partem para Carbonis enquanto Yoga e Shiryu enfrentam mais soldados.

Carbonis queima como o inferno e Ikki se aproveita da condição para ampliar seu poder e acabar com todos os soldados restantes na cidade. Em uma tentativa desesperada de vencer todos os 100 soldados ao mesmo tempo, Ariah usa o Grande Tsunami, porém perde o controle e além de acabar com todos os 100 soldados joga a grande onda para cima do abismo de carbonis. Yoga consegue congelar a onda e ajudado por Ikki usa o gelo para apagar o incêndio da cidade. Uma voz perturbadora incomoda Yoga durante o combate. A voz se tratava de HADES o lorde dos espectros. Uma luta violenta contra Hades se inicia, Ariah, Aioria, Ikki, Yoga e Shiryu juntos combatem o Deus do Inferno. Shiryu consegue destruir a parte superior da armadura de Hades e Yoga consegue fazer com que Hades largasse sua espada. Ariah paralisa Hades e Aioria consegue atingí-lo diversas vezes. A situação favorável se inverte quando Hades lança o seu temido FEAR. Neste momento Ikki toca o tornozelo de Yoga e lhe diz que o FEAR funciona como o seu golpe fantasma, fazendo com que Yoga conseguisse superar o efeito do mesmo. Foi então que Ivan apareceu com uma Sapúris de Câncer.

Ao ver Ariah e Aioria com suas capas, Ivan percebeu que a guerra havia começado, mas não imaginava que Hades lutaria pessoalmente. Quando Hades havia usado FEAR, Muriel avisou Ivan de que os Anima estavam atuando novamente, porém ao chegar em Andrômeda Muriel revela a Ivan que se trata do Senhor Hades pessoalmente e que esta era a chance de alcançar o seu objetivo prometido a ele por lutar por Atena. Assim, usando as ondas espectrais de Ivan os cavaleiros se reunem e telepaticamente avisam Ariah e Aioria. Ivan é levado para Carbonis onde juntamente com os onze demais cavaleiros Selam Hades para sempre. Porém, para isto Ivan acaba se sacrificando com AIODOLON a espada de Hades, selando ambos. Como pedido final do cavaleiro de câncer, Ivan desejava ser levado para sua casa onde sua alma seria guiada pelos cavaleiros de Atena rumo ao Eternum. Uma cerimônia triste foi realizada até a casa de Câncer onde assustadoramente o corpo esgueu-se do caixão e alçou vôo para Eternum. Assustadoramente também foi a aparição de um novo ocupante para a armadura de câncer. Ariah diz ser o mestre do mestre de Câncer. Preocupados com o acontecido, Shura, Aioria, Shiryu e Yoga voltam para investigar Carbonis.

Em carbonis o grupo encontra em meio ao estranho povo duas figuras conhecidas se aproveitando de seus poderes para lucrar Gravers: Shion e Miro. Ambos também estavam infiltrados para investigar algum vestígio de espectros ou animas. Na tentativa de se misturar com o povo local, Shiryu e Yoga, já separados de Shura e Aioria compram roupas locais. Na loja ao olhar para um espelho sujo, Yoga acredita ter visto seiya e uma perseguição começa. A corrida se torna interessante quando três figuras surgem, dificultando a perseguição que terminou em frustração dentro de um rio subterrâneo. O grupo se encontra com Thabata de Unicron. Unicron é o único cavaleiro que anda ao lado de Atena. A mando de Atena, ela veio inspencionar as atividades em Carbonis. Segundo ela, o que o grupo perseguiu eram rastreadores negros a mando dos animas. Os rastreadores são criaturas violentas feitas de névoa negra negativa e poucos são os que sobrevivem contra suas investidas. Unicron sugere que todos voltem para a ilha de Andrômeda, pois, a presença dos rastreadores não podia ser mais sentida. Coletando uma amostra de névoa negra, o grupo retorna para a ilha. Ao chegar, Shiryu e Yoga levam a amostra para Shun analisar. Ao retornar para o porto, ambos se deparam com Muriel e uma mulher. Ao falar a respeito de Unicron e da reunião de cavaleiros marcada para mais tarde, Muriel se assusta com tal nome Unicron e sai em disparada para dar alarme de invasão.
Os rastreadores estão na ilha…

EPISÓDIO 05 – A Luta contra o Rei dos Mares [ ]


 

MAPA DO JOGO – IMAGEM ENCONTRADA NA INTERNET – NÃO ALTERE A IMAGEM ORIGINAL OU COMERCIALIZE.

mapaedhenn

Game baseado em Saint Seiya – Não pode ser vendido!

[ SISTEMA ]

[ ILHA DE ANDRÔMEDA – MERCADO]

A VIDA

Então você acha que a guerra sempre existiu?

Você acha que nunca fomos felizes?

Você acha que não tivemos uma vida normal?

Talvez isto lhe surpreenda!

* Imagens conseguidas no Pinterest, não venda ou altere.

 

Licença Creative Commons

O trabalho Saint Seiya ::: Dark Wings Saga ::: RPG Livre baseado na série Saint Seiya de Alexsandro Barbosa Costa está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://zykonn.wordpress.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em CONTATO.

[ MENU ]


12828317_10205345180138356_7082476918140993723_o

[ MÚSICA TEMA ]

Músicas usadas em jogo. Se gostar de alguma compre o álbum original.

 [ A História ]  [ O Mundo ]  [ Os Reinos ]  [ Alquimia ]

[ A Távola ] [ Erabos ] [ Skylife ]

Z-System ] [ Stones Book ]

Game jogado em Forgotten Realms (com adaptações – Mapas oficiais sobrepostos)

*Tenho o livro e mapa originais – O mapa não foi modificado.

Imagens usadas nos materiais foram encontradas na internet.

Não pode ser modificado e nem vendido!


12779171_10205345179898350_2712050428768460328_o

[ PRÓLOGO ]

[ MÚSICA TEMA ]

Músicas usadas em jogo. Se gostar de alguma compre o álbum original.

Licença Creative Commons

O trabalho Stones of the Magic Saga ::: Tales de Alexsandro Barbosa Costa está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://zykonn.wordpress.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em CONTATO.

[ MENU ]


 

Castleficha

“Então o mundo se partiu em dois e das fendas pálidas e pútridas eles rastejaram.

A dor, a amargura, o desespero, o caos e o veneno foram derramados novamente.

Nossas vidas foram unidas mais uma vez e lado a lado vamos caçar as trevas.

Finalmente a guerra começou”.

Saint Germain (o viajante do tempo) foi capturado pelos servos de Drácula,

agora, eles estão tentando mudar o passado para evitar as

derrotas de seu mestre, ao mesmo tempo que, tentam destruir

as origens do Clã Belmont e suas derivações.

A linha do tempo se tornou um palco assustador do teatro

assombrado das trevas, se não impedirmos o fim do espetáculo,

os aplausos serão das criaturas e não dos homens.

Aeon o único de nós com poderes comparáveis a Saint Germain,

estabeleceu uma base no Castelo Saint Louis em uma região atemporal.

Neste local, brechas foram abertas para todas as épocas e os melhores

caçadores foram chamados para sentarem à grande mesa de Lavoisier.

Não existe mais passado, presente ou futuro, existe apenas a Guerra das Sombras…

[TEMAS PRINCIPAIS – SHADOWS / HUNTERS / WAR]

[ LINHA DO TEMPO HISTÓRICA ]

[ SALA DE MISSÕES LAVOISIER ]

library-background-1920x1080

[ MONSENHOR LAVOISIER ]

[ AEON ]

aeon[ SAINT GERMAIN ]

98348029ad8ec781fa35f19fb8c2957f

[ CASTELO SAINT LOUIS ]

[ HUNTER CARDS/SEALS ]

[ MISSÃO: TERROR EM LONDRES – 1890 ]

[ CAÇADORES DA MISSÃO LONDRES ]

[ VANDREY LECARD  1 ]

[ ABRAHAM VAN HELSING  1 2 ]

[ VANDREY E VAN HELSING INFORMAÇÕES  1 2 3 4 5 6 ]

[ RICHTER BELMONT 1 2 ]

[ RICHTER INFORMAÇÕES 1 2 3 4 ]

[ EZRA SZIMONATH 1 2 ]

[ EZRA INFORMAÇÕES 1 2 3 4 5 6 ]

[ LUCK STRIKE – LS 1 2 ]

[ SONIA BELMONT 1 ]

[MAPA DE LONDRES DE 1890]

1890_bacon_travelers_pocket_map_of_london_england_-_geographicus_-_london-bacon-1890

[ MATERIAL DE ESTUDO PARA VIAGEM ]

[ CASTLEVANIA Z-SYSTEM ]

[ CONEXÕES EM LONDRES ]

[ INFORMAÇÕES 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 ]

As imagens, base original e áudio usados neste projeto de RPG possuem direitos oficiais e não podem em hipótese alguma serem comercializados ou modificados. RPG Castlevania The Shadow War é apenas para uso pessoal sem fins comerciais.

 

Licença Creative Commons

O trabalho Castlevania The Shadow War de Alexsandro Barbosa Costa está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://zykonn.wordpress.com/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em CONTATO.

[ MENU ]


ROCK

Origens (Original de 2009 – não revisado ainda)

Em 1999 o governo central do mundo (WGC) decidiu em reunião secreta a questão dos clones no mundo. Em votação aberta quinze membros mundiais aprovaram o início do projeto CloneWAR – 1. Este projeto visava a criação de clones especiais para substituir os homens nas frentes de batalha, evitando as fragmentações familiares e a perda da mão de obra mundial. Porém, com o andamento das pesquisas do projeto, não só os soldados foram substituídos, mas, também os trabalhadores de tarefas perigosas como a mineração, a limpeza de esgotos químicos, a limpeza das vidraças de arranha  céus e monumentos faraônicos. O ser matriz dos Clones chamava-se Eduard Jansonn e foi criado em laboratório para ser um humano perfeito. A partir deste homem foi criado o primeiro CloneWAR Machine (CWM) e seus irmãos.

Em 2004 os clones já tinham invadido o mercado de trabalho, a política e o comércio exterior. Outras matrizes foram criadas para servirem de clones  de celebridades e negociantes do mundo para viagens ou negociatas perigosas. Não só os animais foram clonados, os vegetais também foram afetados pela onda Copy. Tudo o que era vivo poderia ser duplicado perfeitamente.

Em 2006 o governo central do mundo voltou a se reunir, agora para discutir as limitações dos CloneWAR Machine. Mesmo sendo perfeito ele ainda era um homem e podia morrer facilmente, mesmo quase não sentindo dor. Além disso, os clones tinham se multiplicado demais e agora estavam por prejudicar o balança comercial mundial. Os CWM se tornaram moeda e unidades de medida mundial fazendo com que o dólar e o euro perdessem credibilidade. Vários clones foram criados pelos países árabes, aumentando ainda mais as batalhas localizadas.

Em 2008 o governo dos EUA cria clones diferenciados e muito fortes, estes foram enviados para conter a dominação árabe. Porém, estes clones perderam controle em meio ao desespero da guerra e acabaram por destruir áreas civis e atingindo milhares de famílias pobres. O fato fez com que cientistas árabes e alemães unissem forças para atacar os EUA e a Central de Convenções do Mundo.

Em 2009 uma gigantesca guerra envolvendo quase todos os países foi iniciada. Os clones enlouquecidos americanos provocaram a maior chacina vista na história da terra. O Centro Espacial de Pesquisas (RSC) convocou o governo central do mundo para discutir a crise mundial e dar soluções para o caos existente. Formado por cientistas de vários locais do mundo, o RSC colocou em pauta o projeto Light. Tal projeto tinha como fundamento os sistemas de comunicação global dos exércitos CWM da grande guerra. Os sistemas implantados direto nos cérebros dos soldados perfeitos, conferiam a cada Clone condições especiais de sentidos e controle perfeito da musculatura e hormônios. Os clones preparados para a guerra tinham noção perfeita da hora, dia, mês, ano, temperatura, enxergavam perfeitamente sob a água e no escuro absoluto, não sentiam dor, possuíam senso de direção digital baseado em um GPS, não sentiam fome, controlavam o metabolismo do corpo, entre outras façanhas da tecnologia bélica. Segundo o projeto Light este controle poderia ser assumido através da posse da estação Russa Mikail – Z45 que na época se encontrava em órbita da terra.

No final de 2009 o projeto foi votado e aprovado pelos membros do mundo, inclusive EUA e três países árabes. O interesse dos EUA no fim da guerra era visível, pois, o presidente não tinha mais controle sob as tropas CWM. Os próprios Clones elegeram seu presidente, criando a comunidade Replo. O mesmo ocorreu com os Clones árabes e Nórdicos. Ao fim do ano de 2009 uma legião de Clones formava a Reploguardian, uma espécie de raça sobre-humana com muito mais força, inteligência e imunidade às atrocidades do mundo.

No início de 2010 o projeto Light liderado pelo Dr. Adan J. Stuart apresentou aos líderes mundiais a solução dos problemas atuais do mundo. Os cientistas criaram um poderoso vírus chamado ZERO, que iria varrer os sistemas dos Clones e destruir seus bancos de dados. ZERO era mais do que um simples vírus de computador, era na verdade um software dotado de consciência artificial. O projeto Light tinha criado uma espécie de soldado virtual que recebera como função principal analisar e destruir os bancos de dados dos Replos e adicionar as ordens produzidas pelo centro. O software foi levado até a estação espacial Mikail – Z45 onde foi implantado nos sistemas. Uma cópia de ZERO foi enviada para a estação mestra terrestre dos Replos, onde tudo foi infectado por ZERO. Foram necessários somente quatro dias para a infecção total dos Replos e foram desativados via software, transformando-se em clones normais novamente. O EUA e os países árabes foram condenados duramente pela cúpula do mundo e proibidos de trabalharem na área científica. Isto trouxe um atraso significante para diversos países motivando novas crises e revoluções.

No final de 2010 todos os clones do mundo foram colocados na estação terrestre de habilitação ZEUS onde meses mais tarde aconteceu uma catástrofe: uma explosão arrasou todo o complexo matando todos os clones e destruindo seis cidades próximas. Semanas mais tarde as investigações levaram a um culpado: ZERO. Alguém enviou ordens para que ZERO usando o canhão da estação Mikail – Z45 destruísse o complexo.

Em 2011 O Centro Espacial de Pesquisas, finalizou suas investigações internas e divulgou um nome: Karnovsk Willyvki. Este nome era respeitado e idolatrado dentro do centro, até descobrirem que parte de seus mais importantes projetos eram cópias dos projetos do Dr. Adan J. Stuart. Imediatamente Karnovsk sumiu e com ele levou três importantes projetos: ZERO, Protus e ReploMemory. O primeiro era uma cópia do software ZERO, o segundo uma cópia do software Protusman, um programa desenvolvido por Adan para conversar com ele nas noites árduas de trabalho nos laboratórios, e o terceiro era um dos cubos de memória original dos Replos. Com a fuga criminosa o Dr. Karnovsk também foi acusado de destruir os clones ativando ZERO.

O Dr. Adan J. Stuart foi consagrado com a premiação do prêmio Nobel de Biotecnologia. A criação de ZERO e Rock estimularam diversos cientistas e fabricantes a confiar novamente em suas capacidades e nos robôs. Também foi de Adan a vitória no campeonato mundial de robôs domésticos. Porém, a maior alegria de Adan foi o recebimento do prêmio Izaac Azimov pela criação de ROCK EX – 01. Com este pequeno e adorável robô, Adan quebrou o “gelo” de muitos anos que separavam as pessoas dos seres programados (Os chips eletrêonicos que controlavam os Replos, motivaram as pessoas a desconfiar inclusive dos robôs). A industria passou a crescer novamente e diversos robôs voltaram a circular entre as pessoas, assim como, outros utensílios eletrônicos até então rejeitados pelos povos.

Adan passou a ser chamado de Dr. Light (devido ao bem sucedido projeto Light) e seus livros chegaram a ser os mais lidos do mundo, inclusive várias emissoras via satélite tinham entrevistas semanais marcadas com o Dr. Light. No oriente ele passou a ser conhecido como Dr. Bolt (devido sua afinidade com robôs).

Em 2012 morre de um tumor cerebral Rock S. Stuart filho único do Dr. Light. Rock serviu de modelo para o rosto e estatura do robô doméstico Rock e ROCK EX com capacidades didáticas. Em muito a mente criativa e ingênua de Rock contribuiu para os projetos de Light e agora tudo estava acabado.

Em 2013 uma nova crise surgia na Antártida e o governo mundial voltou a se reunir mais uma vez. Dr. Light nunca mais foi visto em parte alguma. Em seu lugar fora colocado o Dr. Naoto Maki que seguiu firme até dar de frente com algo jamais visto na face da terra. O projeto Tetra Atack foi dissolvido como por encanto e todos os equipamentos e pesquisas destruídas. Nenhum cientista ou funcionário voltou vivo para relatar o acontecido. As forças armadas do mundo foram acionadas e várias unidades com alto poder bélico rumaram para a Antártida. As forças do mundo encontraram destruição, sangue e nenhuma resposta, pois, nenhuma unidade retornou. A única mensagem enviada fora duas palavras: “…estamos vendo…”.

Depois do acontecido mais uma tropa foi enviada e novamente apenas duas palavras foram recebidas: “…reploides assassinos…”. Algo muito poderoso estava escondido nas geleiras da Antártida e nada que se conhecia podia entrar ou inspecionar a região. Durante seis meses os conhecimentos de Dr. Light foram empregados, mas, nada penetrava na região gelada. Nada conseguia avançar mais do que seis quilômetros dentro das calotas antes de ser destruído. Uma grande expedição divida em sete grupos deu início a procura do Dr. Light, este, talvez o único capaz de deter ou ao menos fornecer explicações lógicas sobre o acontecido.

Em 2014 uma unidade mecânica chamada Protoman se anunciou ao mundo como senhor da Antártida. Anunciou ao mundo os seus planos e aterrorizou os povos com as ameaças de invasão das máquinas. Segundo Protoman ele liderava o ordem do novo mundo chamada Repliforce, formada pelos Reploides. Os reploides eram máquinas biotecnológicas capazes de pensar e agir sem ordens expressas. A repliforce iria construir um mundo repleto de máquinas e eliminar qualquer forma de vida. As notícias causaram um impacto arrasador, trazendo o caos ao mundo.

Algumas horas após o pronunciamento de Protoman, uma onda de ataques reploides castigaram o mundo, por ar, por terra e por mar eles eram muitos e gigantescos. As armas humanas não eram fortes ou rápidas o bastante para impedir o avanço da repliforce. Os homens resistiram durante quatro meses até que os suprimentos de comida e água acabaram, obrigando a rendição das tropas supremas da terra.

Em 2016 várias cidades reploides já estavam instaladas entre os homens e a dominação era de fato confirmada. O mundo estava sob o domínio das máquinas. Durantes vários meses todas as culpas caíram sobre a pessoa de Dr. Light, que havia sumido. Todos não tinham dúvidas de que ele estava envolvido nisto tudo e que ele mesmo estava comandando os reploides a partir da Antártida. Além de Protoman outras figuras muito inteligentes também circulavam por entre os humanos: General Zaybot, Coronel Cryptus e Wolferozy. O clima de medo e desconfiança habitava cada residência humana. Os impostos e o novos serviços criados abalavam a sociedade. Os Maxtor Reploides agora retornavam para a base central na Antártida.

Em 2018 os reploides já são maioria e os homens passam a ser sacrificados. O plano B dos reploides estava entrando em ação. Apenas crianças e cientistas renomados eram poupados da morte. Agentes especiais reploides acompanhados de Maxtor Reploides faziam mares de sangue em suas investidas. Surgia para o mundo os nomes Scissor Gate e Freeze Omega. Esses dois reploides eram os comandantes da matança e eram realmente fortes e ágeis.

Ao saber das atrocidades causadas por Protoman e seus reploides, Dr. Light usou de sua inteligência para enganar Dr. Willyvki. Light promete criar uma versão mais poderosa de Protoman e isso agrada Willyvki que permite a criação de um novo reploide. Protoman era na verdade o programa protus inserido dentro do corpo de Rock EX, portanto, uma criação genuína de Light. Durante alguns anos Dr. Light trabalhou para Dr. Willyvki influenciado por um chip neural aplicado em sua nuca. Porém, ao criar Protoman, uma grande onda de impacto desferida pelo canhão na mão do reploide, desativou as funções do chip. Desde então Dr. Light arquiteta uma plano para destruir a Repliforce por dentro. Mas agora, a situação estava crítica e algo deveria ser feito. Foi desta forma que Rockman nasceu, sob pressão. Para enfrentar Protoman e seus reploides, Rockman recebeu uma armadura especial chamada Eagle One. Uma fantástica batalha entre o filho reploide de Light e o filho reploide de Willyvki começou. Rockman destruiu a base internamente forçando as unidades da repliforce a abandonarem as calotas polares.

Com o apoio do mundo, Rockman foi destruindo as bases repliforce uma a uma, dando a humanidade o controle de suas vidas. Algumas unidades Repliforce foram apenas desativadas para estudo futuro. Dr Willyvki conseguiu fugir levando os restos de Protoman que voltaram a atividade como Slasher dois anos mais tarde.

Em 2020 as bases Repliforce ainda em ruínas serviram de centros para os ainda milhões de pessoas desabrigadas devido ao ataque repliforce. Novamente a culpa da condição atual do mundo foi associada ao Dr. Light que teve todos os seus prêmios cancelados e sua popularidade rebaixada. Juntamente com o Dr. Willyvki e todos os cientistas do centro espacial, Dr. Light foi condenado a morte sob pena de massacre mundial e violação dos direitos do homem. Light foge para as calotas polares do Ártico. Uma fonte descontrolada de grande poder destrói parte do Centro Mundial de Pesquisas Biológicas (WCBR). Todas as unidades de combate foram ativadas, mas a criatura dizimou todas as tropas. Tratava-se de um reploide fortíssimo com mais de cinco disparadores  de phaiser nas costas e mãos. Este reploide se apresentou como Slasher e andava montado em uma espécie de Lobo Reploide ao qual ele chamava de Bass. Slasher trazia exigências de Dr. Willyvki, estas em troca do cancelamento das ordens de Slasher que eram as de destruir a humanidade.

Enquanto isso na base secreta Light no ártico, era construído Rush, Swirfer, Bill e Roll. Estes recursos criados por Light, visavam o apoio máximo de Rockman. Ainda muito avariado devido ao combate com os reploides, Rockman sofria upgrades para levantar muito mais forte do que nunca. Um apelo mundial foi transmitido por todas as formas de veículos de comunicação. A mensagem implorava pelos conhecimentos de Dr. Light e o retorno de Rock ao mundo dos homens. Incapacitado de mandar Rock, Light equipa Roll que parte levando Swirfer e Bill. Usando as asas do pássaro reploide Bill, Roll alcançou o centro da forças armadas mundial para se apresentar como opção de combate a Slasher. Usando o gato reploide Swirfer ela localizou Slasher. Uma luta feroz que durou cerca de oito horas destruiu parte de uma cidade russa.

Slasher foge para a áfrica, onde enfrenta Roll novamente. Slasher vence parcialmente e foge para a Austrália. Slasher luta novamente com Roll para finalmente destruí-la totalmente. Ao saber das más notícias Dr. Light envia Rock e Rush para esta difícil batalha.

Em 2021, Rock localiza a base secreta de Willyvki e acaba com sua existência. Slasher perde o controle e tenta destruir o Japão. Rockman localiza Slasher e uma luta árdua resulta na destruição total de Rockman e parcial de Slasher. Passado o pânico, a sociedade volta a acusar Light.

Em 2022 ainda muito penalizado com o mundo, Dr. Light reconstrói Rock e conserta Slasher. Dr. Willyvki se revela vivo e agora se intitula Dr. Willy o Reploide Maker. Willy invade a base militar mundial com o auxílio de um Maxtor Reploide chamado Omega Atom. Light envia imediatamente Rockman e Slasher para acabarem de uma vez por todas com o caos chamado Reploide. Omega Atom é destruído e finalmente Willy é derrotado e preso e uma prisão criogênica. O mundo perdoa Light que mesmo assim não aparece. Rockman e Slasher eram os únicos reploides ativos, e representavam uma ameaça para o mundo. Ainda havia reploides desativados, mas nenhum deles se comparava a tecnologia empregada em Rockman e Slasher. Dr. Light desativou, desmontou e destruiu as peças formadoras de Rockman e Slasher. Era o fim da última lembrança de seu filho Rock.

No final do ano de 2022 algo ataca o setor onde os reploides desativados estavam guardados para estudos. Cinco reploides são ativados e desaparecem. Um alerta mundial é acionado e os demais reploides são destruídos. Uma busca foi acionada e somente foi encerrada em 2024.

Em 2024 uma unidade chamada One foi de encontro às bases mundiais de socorro e destruiu milhares de vacinas e antídotos. As águas de diversas localidades dos países europeus foram contaminadas provocando um novo caos. Quando a unidade One tentava derreter as calotas polares uma imensa energia o destruiu. Esta energia partiu de uma outra unidade reploide misteriosa que sumiu logo em seguida. Esta foi a última batalha reploide até 2069.
Geração X – ReploHumans

O Ano é 2069 as unidades mescladas e acopladas de pesquisas foram banidas do mundo, a ciência passou a ter um conceito diferente. Cientistas e professores de  ciências, assim como os integrantes dos grupos de desenvolvimento passaram por rigorosas normas e os ambientes de trabalho tornaram-se totalmente públicos. Os robôs foram praticamente banidos e poucas unidades mecatrônicas ainda estão entre os homens. Todo este cuidado levou ao homem crer que finalmente as épocas de caos estavam extintas para sempre.
As unidades reploides acionadas pela unidade One agora levantam depois de anos de alimentação lógica. Levantava do passado a NEO REPLIFORCE. Alguns anos antes deste novo fato, um cientista mundialmente conhecido pela cura do câncer, encontrou em uma de suas expedições para os pólos uma máquina. Esta máquina mecatrônica não era simplesmente um robô, mas sim uma dádiva da biotecnologia perdida nos anos de Caos. Dr James Caim encontrou o famoso reploide chamado Rockman. Durante meses ele e a máquina ficaram a sós nos laboratórios secretos do governo. Finalmente a tecnologia reploide foi redescoberta e a partir dela três novas unidades foram construídas por Caim: Omega Zynn, Astro Gate e Sigma Blaster. Estas unidades foram criadas  através da clonagem das peças e da tecnologia usada em Rockman. Através de um CD inserido no sistema de Rockman, Dr. Caim descobriu que este não era uma simples unidade Rock, mas sim, uma unidade reploide Rockman X. Esta criada especialmente para a área bélica. Por este motivo foi desativada e arquivada para sempre. No CD também estava contido algumas declarações (explicações detalhando os projetos e uma entrevista virtual onde Light confessa não conseguir destruir Rock) e reportagens da época do Caos. Dr. Light relatou algumas experiências e frisava várias vezes o perigo que Rockman X representaria para humanidade se caísse em mãos erradas. Contrariando o medo de Dr. Light, Dr. Caim cria os clones reploides. Os problemas começaram quando alguns projetos de Caim foram roubados pelo Dr. Cossec Bentonn. Este ativou partes importantes dos reploides que deveriam ficar desabilitadas. Quando as unidades do passado acordaram, rastrearam os novos reploides e infectaram os seus sistemas com o vírus ZERO. Sigma foi salvo a tempo, mas os outros dois foram levados para Cossec.
Cossec criou um grande centro secreto para a montagem de novos reploides. Em poucos meses uma nova legião de reploides se levantou novamente contra a humanidade. O que parecia impossível de se repetir, agora assolava a mente humana mais uma vez. Uma grande ilha no pacífico agora era o lar dos NEO REPLOIDES, chamados de Repliboltz. Os novos Repliboltz criavam mais e mais. Uma nova onde de ataques aos homens se iniciou e Dr. Caim  se suicida. Assume a frente das pesquisas um especialista do governo na área de Biomecatrônica chamado Dr. Doppler. Doppler cria um sistema de proteção contra o vírus ZERO. Aperfeiçoa Sigma e reativa Rockman X. Mesmo contra a vontade do criador a unidade Rockman é colocada novamente a serviço dos humanos nas frentes de batalha. Aos poucos a dupla Sigma e X foram reagrupando os reploides e os reprogramando. Alguns totalmente fora de controle foram destruídos totalmente. O governo  central foi reagrupado e as ordens eram claras e específicas: Aniquilar todos os reploides, inclusive Sigma e X. Todos os projetos e pesquisas deveriam ser apagados ou destruídos. Tudo que lembrasse um reploide deveria ser banido da terra. O termo Reploide seria esquecido para sempre. Dr. Doppler foi contra a idéia radical de aniquilação total desta tecnologia e sugeriu alguns projetos pessoais. Todos foram vetados. Doppler enlouquece e copia o software de Sigma. Doppler transforma O programa de Sigma em um vírus tão poderoso quanto ZERO. A base Repliboltz foi atacada ferozmente e apenas seis reploides conseguiram fugir. Estes pediram auxilio a Doppler que os infectou com Sigma Vírus. Fora de controle eles operam o próprio Dr. Doppler o transformando em um replohuman. Doppler e  Sigma são infectados com Sigma Vírus e  passam a construir Maxtors Replos. Sigma com a ajuda de Doppler redesenha um corpo e a partir dele se torna o líder reploide. A unidade X é caçada, mas consegue dominar e desligar Sigma. Rock reprograma Sigma e juntos começam a caçar os reploides rebeldes. Sigma dá o nome Mavericks aos reploides rebeldes. Durante alguns meses X e Sigma destruíram diversos reploides. Reploides infectados pelo Vírus Sigma não voltam ao normal. Este foi o caso de Sigma que voltou a se fundir com Sigma Vírus. Rockman X enfrenta o Dr. Doppler e depois Sigma. Rock só permaneceu inteiro graças a ajuda de uma unidade rebelde chamada Batrox Zero. Dotada de uma incrível velocidade e força, a unidade B. Zero segura uma tropa de dez Maxtor Reploides enquanto Rock luta contra Sigma.

Rock permanece em suspensão durante três anos. É acordado por um chamado interno de um software chamado A.L.I.A. 001, que passa a Rockman novas instruções e novas programações. No sistema operacional de Rock chamado RPOS, o sistema internacional de data e hora apresentava: Year: 2072 – Month: April – Day: 20 – Time: ?. Novos menus internos com opções de acoplagens e carregamento de mais softwares de origens difusas estavam habilitadas. Novas informações chegavam a todo momento, revelando uma reprogramação atual e constante. As novas instruções levavam ao processamento de informações de uma unidade de guerra. Rockman estava sendo redesenhado para entrar em ação novamente, desta vez com uma função muito mais promissora. De acordo com as novas informações, novas armas estariam disponíveis, assim como, novos suplementos e novos softwares de pesquisa e geração de comandos. Uma nova memória rica em detalhes e novidades também havia sido colocada em ação.

RPOS – Year: 2072 – Month: November – Day: 15 – Time: 18:12. Novas informações são inseridas e desta vez abundantes arquivos de imagens e vídeos. Também fora colocado uma espécie de Transmissor via satélite. A partir de agora Rockman estava em contato com a atualidade.

RPOS – Year: 2072 – Month: November – Day 30 – Time: 22:49. O mundo externo passa a se comunicar com Rockman e lhe envia dados catastróficos por texto, imagem e vídeo. Segundo as novas informações, Rockman havia estado em suspensão para reparos durante três anos. Porém, os reparos só iniciaram no ano de 2070, ficando Rockman ao relento cerca de quase um ano e meio. As novas guerras danificaram sua estrutura e os restos que sobraram foram desmembrados pelos últimos saqueadores replos. Uma nova onda reploide caiu sobre a humanidade forçando o inicio de uma nova era, a era ReploHuman. Grandes comunidades Reploides vivendo em conjunto com humanos. Desta vez, as lutas tinham sido menos desgastantes e um grande acordo fora firmado. Uma colônia experimental chamada Light Replo fora construída sobre Oceano Índico. Nesta colônia foram construídos milhares de novos reploides e junto a elas colocados humanos voluntários para uma melhor assimilação dos Replosoftwares. Estes humanos eram cantores, cientistas, biólogos, informatas e especialistas em Biomecatrônica Reploide de Séria SSA. Com as fantásticas pesquisas e com seus excelentes resultados os sistemas de proteção foram baixados.

Dezenas de replos foram inseridos no centro da sociedade humana em diversos lugares do mundo. Logo, os replos já estavam circulando e envolvidos em várias áreas humanas. Isto iniciou uma crise muito antiga, que trazia o desemprego humano. Os reploides da era Sigma estavam infiltrados dentro da sociedade replo, e ativaram o Vírus ZERO Batrox. Grandes protestos, manifestos e agitações de grande impacto passaram a minar a Neo Sociedade Mundial. Os governos apostavam fielmente em um mundo melhor e finalmente calmo, onde replos e humanos viveriam em paz juntos. Até mesmo o líder supremo dos replos foi alvo de manifestações agressivas. Mas o grande causador da situação atual era o controle da estação Red Star. Esta estação protegia a terra de meteoros ou meteoritos, destruindo-os antes de se aproximar da atmosfera. Um Vírus chamado S.B. 002 havia destruído o controle principal e agora estava sendo controlada por reploides de algum lugar da terra. Rockman tinha chegado ao laboratório somente com a cabeça em uma mão com apenas um dedo. A partir deste material sua estrutura foi reconstruída e melhorada. Sua missão era encontrar a fonte emissora do Vírus ZERO Batrox e do Vírus S.B. 002 destruindo-as imediatamente. Finalmente em dezembro de 2072 Rockman é ativado fisicamente. Agora ele se encontrava no centro especial de pesquisas avançadas do centro Sul em Buenos Aires. Uma semana depois ele foi levado para a nova base ReploHuman no mar do Caribe. Rockman estava inserido dentro do programa humano chamado Mavericks Hunters. Os membros eram humanos e replos fieis chamados de DN0 Replos. Além de Rockman faziam parte do time de caçadores A.L.I.A. 001, Beta Volter, Nekrus, Márcio Santos, Roberto Macedo, Peter Norton, Alexander Kasbarov e Naila Rosbertynn.  Esta equipe estava munida da mais avançada tecnologia e em uma semana localizou a base emissora dos Vírus. Uma grande batalha começou e com ela descobriu-se que até mesmo o General reploide estava infectado pelo Vírus Sigma. O Vírus Sigma ataca a região do processador do cérebro mecatrônico, fazendo com que o mesmo inverta suas funções ou crie novos bancos de dados dentro da estrutura física da memória. Isso evita que o Vírus seja destruído totalmente a não ser que a memória seja removida. Porém, a memória está ligada diretamente ao cérebro mecatrônico.

Desta forma, se a memória for removida, o reploide estará sendo modificado, isto é, ele morrerá e será trazido de volta com outra série. Descobriu-se que não só o General estava infectado, mas também o Coronel e o Dr. Replosytron. Depois de verificados alguns arquivos encontrados em alguns computadores de uma das bases secundárias reploides, os caçadores montaram uma linha de tempo baseada na “árvore de reploides”. Concluiu-se que o General e o Coronel reploide eram um dos cinco reploides reativados por ONE. Estes dois reploides são os mesmos comandantes da época do Caos da Antártida. Após a destruição das bases emissoras, uma grande nave é vista decolando do centro da África em direção ao espaço. A batalha com os replóides foi árdua e trágica. Nekrus, A.L.I.A. 001 e Naila foram carbonizados na explosão da central emissora junto com o reploide Alpha Dory. Os caçadores passam a ter Roberto Macedo no comando e Beta Volter na frente de batalha junto com Rockman X2. Uma nova fonte emissora de softwares para a Red Star foi detectada na Grécia. Imediatamente uma Nave Hunter levou Rock e Beta para a central emissora reploide em Atenas.  No confronto contra o exército reploide Beta fora destruído, mas antes, enviou toda a sua memória para a Central Hunter. Rock seguiu só, até a exaustão. Rockman usou todas as suas inovações tecnológicas, mas eles eram muitos.

Rockman foi capturado e levado até o superior reploide: Coronel Cryptus. A estação aérea Hunter havia sido roubada e agora era base principal reploide na terra. Cryptus desafia X2 para um confronto final, onde o ganhador decidiria o destino dos homens. A batalha começa com o fim de Rockman, que já estava sem o braço esquerdo, arrancado pelo sabre laser de Cryptus. Quando Cryptus estava prestes a decapitar Rock, uma voz doce e gentil gritou desesperadamente para que ele parasse. Uma pequena reploide chamada Íris evitou o pior. Mas antes que ele pudesse quetioná-la sua cabeça rolou diante de X2. Algo havia cortado Cryptus. Uma voz hedionda e macabra causava arrepios nos neuronanoborgs de Rockman. A voz então disse: “…Ele hesitou por alguns segundos, isto prova que não é digno de meus exércitos…”. O corpo de Cryptus foi arrastado pelos pés e sua cabeça puxada por magnetismo. Enquanto esta cena deplorável se dava, Íris tentava inutilmente socorrer X2.

A Hora Vermelha

Os novos Hunters foram construídos com base em um novo projeto chamado Red Hope. Com esta nova tecnologia os Hunters ficaram mais rápidos e mais fortes. Rockman X2 estava novamente em suspensão e sofria um UPGRADE para surgir como Rockman X3. Os poucos reploides restantes na terra foram capturados ou destruídos. Os capturados foram desmontados e suas peças congeladas. O alvo principal agora, era a fortaleza voadora Eagle Replo 01. Sendo esta base aérea de propriedade original Hunter, todas as plantas foram estudadas e todas as modificações nas estruturas corporais dos Hunters foram colocadas em prática. A base possuía uma forte defesa e entrar não seria fácil. Quatro unidades foram designadas para a missão: Rockman X3, Delta K, Slasher Z9 e SwordBattle 2.

Quando os quatro estavam de partida, Íris, que salvou Rock e o teleportou para a Central Hunter, pede para ele traga Cryptus de volta. Apenas Rockman e Slasher alcançam a torre principal. Dentro da torre eles encontram Zeo Cryptus. Totalmente consumido pelo Sigma Vírus, ele ataca Slasher o cortando ao meio com um só golpe de seu sabre laser. Rock se prepara para o confronto mas é interrompido por uma voz. Ela diz que ele deve seguir para a Red Star antes do Grande Impacto das duas horas. Rock percebe uma pequena nave acoplada ao lado da base e corre para a janela. Cryptus o barra mas é atingido violentamente por um sabre laser na perna. Rock quebra a janela e parte para a nave.

Dando o código de Cryptus Rockman consegue entrar na Red Star. Equipado com armas de última geração X3 chega até o centro de comando onde encontra o General Reploide Zaybot no comando da Estação. Rockman pergunta o que levou Zaybot a trair a aliança humana. Zaybot responde que o poder que “ele” ofereceu está cima de qualquer tipo de aliança. Rockman se obriga a lutar com Zaybot. Rock destrói parcialmente Zaybot para poder seguir até a sala de comando. No caminho Rock é interceptado por Sigma. Sigma diz ser o responsável pela rebelião e a quebra de protocolo entre reploides e humanos. Também afirma ter tomado o controle da Red Star  que neste momento está carregada e pronta para disparar contra vários lugares da terra.

Sigma e Rockman lutam até a destruição parcial de Rock e total de Sigma. Com eles a sala de comando e parte da estação também são destruídos. Mesmo assim o programa de Sigma ainda mantém os disparos em primeiro plano. Zaybot contacta X3 e pede para que ele fuja com a sua nave. Zaybot decide pagar seus pecados explodindo seu corpo para destruir a estação antes dos disparos.

Rockman confere pelo monitor da Mayas – X  a explosão da Estação Red Star. Também percebe um pequena luz que parte em direção a terra. Ao entrar na órbita da terra X3 recebe uma mensagem. Um reploide vermelho que  diz se chamar ZERO informa que Cryptus e Íris estão destruídos e a partir de agora ele será um aliado dos Mavericks hunters. Mas, se algo de errado acontecesse e ele viesse a ser infectado por um dos Vírus Letais, Rock deveria prometer que o destruiria imediatamente.

O Suplício da Humanidade

Em 2078 os homens já usavam a tecnologia reploide e se chamavam ReploHumans ou DN1 Replos. Tratava-se de armaduras especiais com força e agilidade replo. Foram testadas primeiramente em meninas entre oito e quatorze anos de idade. As meninas desta idade possuem uma afinidade muito grande, facilitando o sincronismo entre organismo e máquina. Este é o motivo das Replo Armaduras serem mais femininas do que masculinas. Nos dias de 2078 estas peças se tornaram moda e ganharam até concursos entre os homens. Durante alguns anos a guerra reploide e a explosão da Red Star se perderam em meio aos grandes e cobiçados saltos da evolução. Várias pessoas pagavam milhões para viajarem até a estação Eurásia para deslumbrarem a terra com suas cores vivas e seus pontos luminosos à noite.

Março de 2079, setecentas e cinco pessoas que visitavam a Estação Espacial Eurásia são jogadas para o espaço. Todas as mídias são infectadas por Vírus sofisticados que passam o controle para uma racker muito conhecido no mundo: Sigma. Em cadeia mundial ele anuncia a queda da Estação em 48 horas. Depois deste prazo ele iria conduzir pessoalmente a Estação para que e mesma viesse a se chocar com a terra. Os Mavericks Hunters são acionados depois de muito tempo na inatividade. Em reunião aberta com exércitos de todo o mundo os Mavericks Hunters recebem a missão suicida de retirar Sigma da Estação antes que ele se choque com a terra. Rockman agora X4 recebe mais UPGRADES para realmente não voltar vivo. Sendo assim ele torna-se Rockman X5. Rock X5 e Slasher Z12 devem primeiro restabelecer os sistemas terrestres limpando os SSG Vírus de Sigma. Em uma das limpezas Slasher copia o Vírus para estudo, mas este, infecta seu sistema e ataca X5.

Hesitando em destruir o amigo X5 quase é alvejado pelos Photons de Slasher. ZERO aparece e arrebenta com Slasher da forma mais violenta possível. Rock pergunta se ZERO tem algo relacionado com o Vírus ZERO. Ele não responde e manda X5 calar a boca e se cuidar mais. Rock estranha a atitude de ZERO e tenta analisá-lo, mas Zero descobre e ataca X5. Rockman destroi o sistema motor de ZERO e o envia para a central para estudos. Rock Parte para a Eurásia. ZERO é colocado em observação para testes e pesquisas. Mas, ele consegue destruir sua cápsula. Ele destrói a base dos Mavericks Hunters, matas todos os humanos do projeto e parte para a Eurásia com a finalidade de destruir X5.
Rock encontra morte na Eurásia, assim como muita infecção Sigma. Qualquer acesso ao sistema da Estação era morte na certa. Se apoiando apenas nos seus próprios recursos, X5 encontra Dynamo. Dynamo é um reploide especial construído com base nos projetos de Sigma. Enquanto Rockman lutava contra Dynamo o centro especial do mundo decidira explodir a Estação Eurásia para acabar com sigma de uma vez por todas. Zero invade o centro especial e obriga que os oficiais os coloquem em uma nave rumo a Eurásia. É dado a Zero quatro horas a partir do momento em que ele chegar na Eurásia. Depois do tempo esgotado o plasma seria disparado contra a Estação. Zero joga sua própria nave contra a estação Eurásia. Com isso Dynamo que está perdendo a luta contra Rockman, corre até Sigma. Rock alcança Dynamo e o encontra com Sigma.

Uma batalha de vida ou morte inicia. A estação perde o controle principal e voa perigosamente para a terra. O canhão é disparado contra a Eurásia, mas falha na destruição. ZERO ainda vivo se junta a Rockman e destrói parte de Dynamo, mas Rock e Zero são destroçados pelo canhão de Sigma. Mesmo assim ZERO ainda encontra energia para disparar seu Blaster e acabar com sigma. Vários pedaços da Eurásia caem na terra. Graças a ZERO com a explosão da sua nave e depois com a explosão do corpo de Sigma a Estação também explodiu em pedaços. ZERO, Dynamo e Sigma foram destruídos. Rock pega o sabre de Zero e retorna para o centro em cinzas…

Milhares de pessoas morreram com a queda dos pedaços da Eurásia. Vários tipos de resíduos tóxicos emanados dos restos de metal e carbono, poluíram as águas e o ar. Os homens passaram a viver sob a terra. A superfície é habitada apenas por reploides que tentam recuperar o meio ambiente. Chega a era Replo, onde os humanos são a classe reprimida, reprimida de sua própria vida em seu próprio planeta.

Repliforce 2: Pesadelo

Enquanto todos os reploides estavam tentando trazer a terra ao seu estado normal, alguns reploides ainda nutriam admiração pelo ideal de Sigma. Um deles se chamava Dr. Gate. Gate era um humano que sofreu um reploperação por conta própria. Ele queria ser melhor e mais inteligente. Ele foi o primeiro de uma série de ilustres interessados na imortalidade e fama. Em uma de suas expedições em busca de elementos para as suas chaves de pesquisa ele encontrou nos desertos da África partes da Eurásia e restos de ZERO. A partir de um circuito de memória de ZERO Dr. Gate constrói ZERO Nightmare. Este ZERO é mais forte e totalmente descontrolado. Até mesmo os sistemas de contenção de Gate falham. Na tentativa de destruir sua criação ele é atacado por ZERO e parcialmente destruído. ZERO espalha o pavor sobre aterra. Várias colônias são lançadas com milhares de seres humanos.

Estas pessoas estariam salvas vivendo na órbita da terra. Porém ZERO cria o Z – Vírus e ataca os sistemas das estações que caem como “uvas” chocando-se violentamente contra a terra. Os Neo Maverick Hunters são colocados em alerta, mas neste caso existe um grande receio por parte dos integrantes: enfrentar ZERO. Julgado e acusado de traição de assassinato de milhares de humanos e reploides, ZERO passa a ser perseguido por Dr. Isaac e seu fiel reploide High Max. Rockman tenta dialogar com High Max, explicando que deve ser um engano, pois Zero deu sua vida para salvar a terra. Sem dar atenção, High Max ataca Rock e quase o destrói. Os dados do combate foram analisados pela central e verificou-se uma espécie de escudo ao redor de High Max, por isso Rock não conseguiu nem arranhá-lo. Sob ordens expressas do novo comandante Maverick Hunter Signas, Rock deveria retornar a base. O novo grupo de combate viral Maverick agora é composto por A.L.I.A. 002X, Douglas, Rock, Life Saver Beta e Signas.

Muitos destes reploides estavam envolvidos no projeto do canhão ENIGMA e no JET usado por ZERO para chegar até a EURÁSIA. Douglas reconstruiu Rock o transformando em ROCKMAN X6, também é dele o crédito pela reconstrução de A.L.I.A., Life Saver e reparos e modificações na antiga unidade Repliforce Cryptus agora chamada de SIGNAS. Douglas antigo espião Repliforce lutara com ROCKMAN e foi feito em pedaços, foi recolhido e reconstruído pelo Dr. Zell. Agora reprogramado e com um alto grau de inteligência artificial apóia os Mavericks Hunters na luta para a reconstrução da terra para os humanos. No caminho para a base Rock percebe uma alteração distante e ao verificar constata que um grande Maxtor Reploide destruiu grande parte da cidade.

A colônia experimental do Atlântico estava sendo dizimada por aquela enorme “coisa”. Sem pedir autorização da base Rock desvia do caminho e joga seu veículo de transporte na criatura. Esye reploide é totalmente diferente dos demais e causa falhas mo sistema de Rock. Mas o mais intrigante foi quando uma espécie de holograma de ZERO surgiu e destruiu o Maxtor com um só golpe. Imediatamente Rock se comunicou com a base e pediu permissão para seguir ZERO. Enquanto isto, diversos Maxtors destroem a cidade de Voltcity e as estações de energia Daltar. Por este motivo Rock teve que deter os reploides deixando ZERO para segundo plano. Ainda solto e perigoso ZERO voltou a aparecer e destruiu parte das usinas de energia de Havanus. High Max encontra ZERO e uma luta de conseqüências catastróficas se inicia. O escudo H – Shield de High Max contra a o N – Saber de ZERO provocou explosões de defeitos lógicos dentro da usina, fazendo com que tudo explodisse. High Max foi destruído e ZERO consegue vencer o programa de Gate e carrega sua memória de segurança.

Rockman é infectado pelo vírus de ZERO ao tentar dialogar. Rockman X6 e ZERO lutam até a exaustão. ZERO arranca um braço de Rockman, mas ele consegue destruir o sistema principal de ZERO. Finalmente ZERO é levado para o Q.G. Hunter onde é analizado por Douglas e Life Saver. Unindo as mentes de Douglas e Life Saver um grande projeto é criado. Os Nightmares atacam os reploides infectando o vírus de ZERO. Porém, esta não era uma criação e nem um plano de ZERO. Havia alguém por trás dos reploinfectores.

Dr. Gate ainda estava vivo e criou uma legião de reploides infectores como última cartada da sua curta vida reploide, pois também havia sido infectado. Em algumas horas iria perder o controle e autodeletar seus softwares de existência vital. Rockman e ZERO se levanta, e juntos pela primeira vez como amigos reais partem para o último combate reploide da humanidade. Os Maverick Hunters invadem a estação secreta de Gate no Pólo Ártico e encontram gate equipado com uma armadura dourada com base nos dados de memória de ZERO. Rock muda sua configuração e veste a Ultimate Black Combat Armor enquanto ZERO veste a Black Kill Armor. Gate é vencido mas infecta ZERO e depois explode tudo. Muito danificados os Hunters se deparam com algo absurdo: todo a colônia estava infectada e não restava praticamente mais nada de em pé. Lentamente a colônia afundava enquanto os reploides lutavam entre si ou destruíam as coisas próximas, como transportes ou prédios. Dr. Isaac se revelou como SIGMA. Finalmente ele estava conseguindo realizar seu sonho: acabar com todos os traços humanos e destruir os hunters. Rock e ZERO partem para o combate dramático final. Antes de explodir com toda a colônia, SIGMA revela que só chegou até eles graças à ajuda de um velho conhecido. Mas ao tentarem obter mais informações  de SIGMA o corpo dele não resiste aos danos causados pelas armas de Rock e golpes precisos de ZERO e acaba por explodir em milhões de pedaços…

Rockman X Project

Ano de 2189: Várias colônias espaciais recheadas de humanos mostram ao mundo a força dos seres humanos em resistir ao pior. A felicidade reina  novamente, porém, ainda muito discreta. O ar terrestre ainda permanece sujo e prejudicial à saúde. Grandes cúpulas de  material transparente foram criadas sobre as cidades e trajetos, grandes usinas de oxigênio artificial foram criadas, várias empresas investiram em processos de purificação de ar e água. O mundo vive uma revolução ecológica e tecnológica, outro grande avanço pode ser notado na área médica. O fantasma reploide não existe mais. Nada pode ser encontrado com este nome, não há registros ou qualquer tipo de coisa que venha a lembrar a existência de Replos no mundo. Esta palavra e seus derivados foram banidos para sempre. A terra voltou a sua normalidade e vivem seus próprios problemas “naturais”.

Continua…

  • RPG baseado em Rockman/Megaman – Não pode ser vendido – Não tem fins comerciais

Licença Creative Commons

O trabalho Rockman X Project de Alexsandro Barbosa Costa está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://zykonn.wordpress.com/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em CONTATO.

[ MENU ]


samurai-2017

PROJETO 2017

[ MAPA DO MUNDO DA LUZ ]

[ MUNDO DA LUZ MAPA COM ZOOM ]

[ KARA-TUR ANTIGO ]

[ AS ILHAS ]

 [ LOCAIS LENDÁRIOS ]

[ A ILHA NINJA LENDÁRIA DE IGA ]

Adaptado do mapa de Kara-tur

– PERSONAGENS –

* Não pode ser comercializado – sem fins lucrativos

* Baseado no jogo de videogame Samurai Spirits – Não tem fins lucrativos

(Para uso pessoal em mesa de RPG)

Licença Creative Commons
O trabalho Samurai Spirits: A lenda das esferas de luz de Alexsandro Barbosa Costa está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://zykonn.wordpress.com/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em CONTATO.

[ MENU ]